Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Daily Miacis

No poo method e outros métodos que tais - o que eu aprendi

7fe09b184306bbe5c5ca636731e9635a.jpg

Numa de fazer browsing no facebook, deparei me com uma notícia da NiT (New in Town), sobre a experiência de uma das escritoras com o  No Poo Method. Uma vez que ando fixada em fazer o meu cabelo crescer não importa o quê, resolvi procurar mais e experimentar.

 

Basicamente, o que este método propõe e com toda a sua lógica é evitar os shampoo que vendem em quase todo o lado pois apresentam uma lista enorme de sulfatos, parabenos, DEA e TEA, e outros produtos que nos fazem mal. Basicamente é: quando mais espuma faz, pior nos faz. Para além disso, quanto mais lavamos o cabelo mais tiramos o óleo natural do nosso cabelo que o protege das agressões, e que por isso faz com o nosso cabelo fique em pior estado. Ou seja ao tratarmos com shampoo é basicamente pior o remédio que o soneto. 

 

Então este método, na sua forma essencial, diz tirar o shampoo da nossa rotina, e começar a usar bicabornato de sódio e vinagre de cidra, podendo nalguns casos utilizar um condicionador. Contrapondo esta teoria com toda a informação que já tinha reunido acerca de métodos para fazer crescer o cabelo de uma forma saudável, toda esta informação tem lógica. O shampoo agride o nosso cabelo, e esse óleo é necessário por muito que para pessoas como eu que tem a raiz oleosa, é chato. No entanto quanto menos agredimos o cabelo menos vamos estar a forçar a produção dos óleos, e por isso o cabelo entra numa produção normal.

Das coisas que fui retirando da Internet deixo aqui algumas que reti:

 

- Não lavar muitas vezes o cabelo: o ideal será 1-2 vezes por semana. A minha questão é por exemplo quem vai ao ginásio todos os dias, como eu já fui como lavo o cabelo? Deixa lo com o suor é impensável porque faz mal, mas lavar só com água também não é bom. Penso que o bicabornato é boa opção mas pode secar muito o cabelo, por isso devemos levar o condicionador também.

- Não escovar o cabelo quando está molhado: aqui está um problema para quem, como eu, ganha nós só de virar a cara de lado. É verídico, as cabeleireiras muitas das vezes ficam pasmadas comigo, porque elas escovam, vão dar uma volta e quando voltam têm de escovar de novo. E imaginem tenho o cabelo curto.. Quando temos o cabelo molhado as pontes de hidrogénio do nosso cabelo estão enfraquecidas. Se pentearmos podemos forçar a quebra dessas ligações e assim quebramos o cabelo. O que é chato para quem quer deixa-lo crescer.

- Cortar as pontas do cabelo regularmente: não precisamos de regular o corte pela Lua, nem nada disso. Não há magia nenhum nisto. É lógica básica: as pontas começam a ficar estragadas e devem ser cortadas de vez em quando para ser só um 1 cm, e não vários cm se formos poucas vezes. Até nós podemos uma vez por semana pegar nas pontas e quase uma a uma cortar o bocadinho estragado.

- Evitar penteados que puxem muito pela raiz: preciso explicar este ponto?

- Massajar frequentemente a cabeça: assim estimulamos a circulação sanguínea e, melhoramos a alimentação do nosso cabelo. 

- Manter o cabelo bem hidratado: máscaras (o mais natural possível), óleos, como o óleo de ricino ou de côco ou mesmo de argão. Eu adoro e são muito, muito bons!

- A qualidade da água com que lavamos: sim, parece estranho mas é verdade! Se filtramos a água da torneira para bebermos, porque não haveriamos de filtrar para o nosso cabelo, pois a água tem compostos usados para a sua limpeza que acaba por agredir o nosso cabelo e pele. Só é pena ser dificil arranjar um filtro para todo o tipo de cabeça de duche e que não seja caro...

- O tipo de escova: embora devemos evitar escovar, não escovar de todo é quase impossível, pelo menos para quem não tem o cabelo todo encaracolado. Então devemos usar o melhor possível: com dentes largos. E de possível que tenham diferentes comprimentos de dentes. Eu tenho uma escova com dois tamanhos diferentes, sendo que os mais pequenos são de pelo de javali pois ajudam a dar brilho espalhando melho o óleo natural da raiz. 

 

large.jpg

 

Existe muito mais truques e dicas, como por exemplo a alimentação: biotina, omega 3, e vitamina B são essenciais. Podemos tomar isso como suplemento. Beber muita água, não estar stressado e afins. Adicionalmente, existe um monte de mézinha caseiras para fazer em casa (como aqui) bem como shampôo naturais (como aqui). Eu no ano passado já tinha experimentado introduzir algumas máscaras caseiras e notei logo diferença, ao final do mês. Sim temos que ter atenção que estes métodos sendo mais naturais, são mais lentos. 

Eu já experimentei uma vez lavar o cabelo com o no poo method e.. GOSTEI! Não fiquei com o cabelo a cheirar mal, ficou leve, fofo ao toque, só estou à espera de ver quando tempo demora a ficar oleoso. Só não é prático para tomar banho fora de casa mas se isto durar resolvo isso. Será que é desta que vou ter um cabelo enorme e saudável?

 

E vocês, já conheciam este método? 

 

Fonte da imagem: Pinterest

 

Sinceramente,

Assinatura.png

 

6 comentários

Comentar post


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves, curiosa sem fim, 28 anos com muitas coisas que quero fazer. Ou estou no ginásio, ou na praia, ou em casa a ler um bom livro, ou a tratar das minhas plantas e animais. O “The Daily Miacis” é um reflexo meu.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA

Parceria


Some blog design Written by Joana

Mensagens

Copyright © The Daily Miacis