Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Daily Miacis

O que tenho visto #1 - Ghost in the Shell

Durante anos que tinha ouvido falar neste título, mas nunca tinha visto nada acerca: nem ler nem anime. Até que saiu o trailer do filme com a Scarlet Johansson e como sempre, o trailer tem um poder de nos atrair e enganar muitas vezes. Um amigo que já tinha visto disse que o anime era excelente, e como eu gosto muito da temática entre a luta e a barreira muias vezes nada definida entre ética e robótica na mão de quem pensa que é Deus, era indicado. 

 

Vi a primeira temporada, o "Stand Alone Complex", de 2002, e vi tudo de uma vez. Gostei. Gosto do contexto , do tema, do estilo da animação, da história e das personagens, que para mim têm imensa profundidade. Mesmo o "vilão", para mim é mais humano que alguns seres chamados humanos. Para mim é uma óptima idealização do que poderá ser o futuro, e permite nos pensar até que ponto podemos deixar de ser fruto da evolução e passar a ser fruto da nossa imaginação, produção e robotização. 

No filme "Ghost in the Shell" penso que toda a complexidade deste assunto foi esbatida. Antes de tudo, o que se passava com a Scarlet Johansson? A personagem dela, Major/Motoko, é toda ela uma prótese de um corpo alojando somente o cérebro verdadeiro (daí "Ghost in the Shell", ghost é a alma que vem do cérebro e shell a concha que é o corpo robótico que fecha sobre o cérebro) mas na série ela anda normal. Se estamos numa época em que se criam uma forma de conectar ao orgão mais complexo que temos a um corpo róbotico, mimetar todas as conexões sensoriais e motoras que existe no nosso sistema nervoso, não iam conseguir fazer um corpo que se movimentasse como as articulações de um humano? Mas aparentemente a Scarlett Johansson achou que devia ter uma movimentação um pouco rígida. É mesmo estranho ve-la nalgumas cenas, parece que lhe pesam os braços e que tem um torcicolo. Penso que uma frase que vinha numa critica a este filme no The Guardian diz muito "This movie gives us the shell, but not so much of the ghost."

 

Àparte dos movimentos da personagem principal, o filme começa de uma forma simpática. Temos uma preview de como o corpo da Motoko acaba na mão da empresa Hanka que produz toda a robótica e próteses nesta história, vemos o processo de criação do corpo que me fez lembrar de "Westworld", vemos como acorda e passamos para o ano seguinte, em que a Major, já faz parte do Sector 9, lutando contra o terrorismo cibernético. Temos algumas paisagens e panorâmicas que lembram a série anime, mas de resto acho que pouco tem de igual ao original. Contudo e apesar de tudo, no inicio estava a gostar bastante. Era tolerável, ao contrário do que muitas criticas diziam que era pior adaptação de anime ao live-action. Não, ninguém rouba esse título ao M. Night Shyamalan. E não vamos sequer comentar "Dragon Ball Evolution". 

O que estragou foi tudo do meio para a frente. O "vilão" estragou tudo, a backstory estragou tudo, estragaram tudo na cena final que é uma luta icónica nérie, e estragaram tudo no final no twist  da história e da própria mensagem. Não gostei, não focou no que devia ter focado e desviou-se da mensagem principal.

 

Temos uma Scarlett com uma representação fria, um mundo que pouco é explicado o que se passa lá, e mudança da mensagem principal. Fiquei desiludida.

thumb-1920-815506.jpg

 

Sinceramente,

Assinatura.png

 

 

2 comentários

Comentar post


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves, curiosa sem fim, 28 anos com muitas coisas que quero fazer. Ou estou no ginásio, ou na praia, ou em casa a ler um bom livro, ou a tratar das minhas plantas e animais. O “The Daily Miacis” é um reflexo meu.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA

Parceria


Some blog design Written by Joana

Mensagens

Copyright © The Daily Miacis