Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Bitaite da Sexta #22

xl868263.jpg

Como se já não bastasse eu não gostar do  meu dia de anos por várias razões, este ano ficou marcado por uma tragédia horrível. 45 mortos é a ultima contagem.

 

Vários apontam os dedos ao governo atual, principalmente à ministra que queria férias e já se despediu. A culpa não é (só) dela, a culpa é de todos. Todos compactuamos no sistema que levou ao Estado que está no nosso País. Se até agora nunca ninguém tivesse morrido poucos eram os que davam importância à floresta Portuguesa. Quando eu falava da importância da diversidade e diminuição de exóticas, riam-se e diziam tolinha, não podes mudar o Mundo. Pois não, vejam no que deu agora o comodismo.

 

A culpa é de todos que não lutaram até agora por termos uma floresta nacional com o que é nosso, por não lutarmos pelo retorno do guarda florestal, por não lutarmos por um banco de baldios a trabalhar como deve ser, por não pedirmos a demissão da Cristas aquando a liberalização do Eucalipto. E a culpa é nossa de não saber cuidar de um dos 25 hotspots mundias da Biodiversidade. Tenho vergonha, vergonha quando penso em todas as ferramentas, todo o conhecimento acumulado, e cometemos sempre os mesmo erros. 

 

E todos, devido ao politicamente correto, talvez em grande parte habituados a uma mentalidade católica que nos desresponsabiliza das culpas (rezainde um terçinho que isso passa), dizemos que os culpados são piromaniacos. Eu julgo que metade não são piromaniacos, no verdadeiro sentido da palavra. Eles têm é maldade, pura maldade.  Busquem os termos psicológicos que queiram, porque não é uma condição psicológica: é uma condição inata aos humanos. 

 

Por isso, o meu bitaite de hoje, é que lutem. Lutem pelo nosso país, pelo que é nosso. Não baixem os braços, porque conseguimos descobrir metade do mundo e fizemos uma guerra de cravos sem mortes. Podemos assim reconstruir um país à nossa imagem, como uma fénix renascida das cinzas. Lutem por politicos melhores, com valores HUMANISTICOS, sem interesses ou jogadas politicas. Lutem pela esperança, lutem por um mundo melhor.

 

De uma Sofia abatida pelo estado de desgraça do País mas com esperança que tudo melhore.

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Bitaite da Sexta #21

681c97faa7e6b2f35abe3d6aef3b39c8.jpg

Esta semana passei muito pelo tópico de cobrar visitas entre amigos, e outro tipo de cobranças na amizade. Tem sido uma coisa recorrente que tenho visto amigas minhas a sofrerem disso ou mesmo conhecidos na internet a queixarem-se do mesmo.

 

Eu acho que se é amizade primeiro não temos que cobrar porque se funciona não há que cobrar, porque se é uma amizade e é honesta e fiel e verdadeira, não temos que cobrar. Se por outro lado sentimos que estão em falta connosco e que pensam que não estão em falta, é porque a amizade já não é tão verdadeira quanto isso. Segundo, todos nós temos diferentes tipos de relacionamento, logo o que funciona para mim pode não funcionar para ti, e por isso numa relação de que prole seja, temos que saber adaptarmo-nos ao outro, havendo cedências de ambas as partes.

 

Já sofri muito pela cobrança do "tu nunca sais, tu nunca vens" bla bla bla. Eu não vivo no centro da cidade, demorava 20 minutos de carro a chegar ao sitio e a minha mãe trabalhava não estando sempre disponivel para me levar e buscar. Quem é que estava em falta quando avisavam às 18h30 ou 20h30, que é para jantar e sair? 
Ou então cobrarem porque estou sempre ocupada, e nunca vou? E quando eu precisava, no aniversário, nas alturas que estava em baixo? Quantas vezes criamos projetos e eu toda empolgada, e deixam-me pelo caminho porque era brincadeira ou outra coisa melhor apareceu? Quantas vezes no aniversário não vieram porque não havia dinheiro porque já foram muitos aniversários antes do meu, porque era a entrada do caloiro, porque isto e aquilo? Já passei por uma fase em que eu estando em baixo ajudei quem estava em baixo também, e que tinhamos que juntar porque sim, porque alguém estava em baixo. Mas depois que tudo passou a normal, os outros que estão em baixo, já não conta.

Já cobrei sim algumas coisas mas, acreditem quando eu chego ao ponto de cobrar frente a frente, é porque já levei muita e muita e muita patada. Isso ou então porque não gosto de brinquem comigo. Fazerem de mim parva é o clique para verem o meu lado negro.

 Amizade é uma coisa muito dificil de gerir, ambas as partes tem culpa. Eu sei que a minha culpa é aceitar tudo no inicio, desculpar tudo e ainda calar. Falem, partilhem, hoje saimos por mim, amanha saimos por ti. 

E sejam felizes! 

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

Bitaite da Sexta #20

 

22279165_1896234837071600_584790871_o.jpg.crdownlo

 

22290914_1896235040404913_1764449807_o.jpg

Esta semana foi o dia deles. 

 

Uma casa onde esteja a Sofia, é uma casa que tem de ter pêlos, caminhas em todos os lados, tapetes fora de sítio, brinquedos espalhados por todo o lado, algumas coisas roidas, outras esburacadas das unhas. Mas é uma casa que tem de ter muito amor. Não sei viver sem animais. Para mim não são um animal de estimação, são um ser que eu dou casa e família da qual fazem parte. São tidos em conta nas decisões. E tem direito a dias especiais como nós. 

 

Não sei viver numa casa em que não exista um "au au " ou um "miau". E sim, sou daquelas pessoas que me dou muito melhor com animais do que com pessoas. Vá, não sou assim tão bicho do mato mas a verdade é que a experiêcia, a minha expericência, dita que os animais são melhores que algumas pessoas.

 

Viva os meus amores!

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Bitaite da Sexta #19

3a50e521da4d6e66c53d16a353ac3ae2.jpg

 

É isto.

 

Acho que hoje não podia ser mais simples que isto. 

 

Por muito que vos tentem deitar abaixo, por muito que vocês vos deitem abaixo. Por muitas zangas, dúvidas, e pessoas que vos deixem tristes. Por muitos sonhos que fiquem e outros que não vêem. Por muito vazios e cheios que estejamos. Por muito que aquele dia não corra bem. Por muito que se tenham esquecido de vós, ou que vocês se tenham esquecido de vós mesmos.

 

Por tudo e por nada. 

 

São nos pequenos gestos de gratidão e amor, que nos dão esperança para um dia melhor.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves, curiosa sem fim, 28 anos com muitas coisas que quero fazer. Ou estou no ginásio, ou na praia, ou em casa a ler um bom livro, ou a tratar das minhas plantas e animais. O “The Daily Miacis” é um reflexo meu.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA

Parceria


Some blog design Written by Joana

Mensagens

Copyright © The Daily Miacis