Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Bitaite da Sexta #16

f0f3345a445cf30755f11fed5ec58e0d.jpg

Já vos tinha dito que vou de férias? Se calhar ainda não tinha referido. 

SIM VOU DE FÉRIAS!!! Há ano e meio que não sei o que é uma semana sem ir ao local de trabalho. Não sei o que é não ter obrigações horárias. Quero tantos estas férias, preciso destas férias. Depois deste ano turbulento non-stop, esta paragem vai me fazer uma limpeza à alma. Amanhã por esta hora estou a sair de casa e vou para o Sul, sem horários, sem grandes planos. Só nós , o carro e o caminho. 

 

Porque vou de férias e porque são as festas de Viana (embora eu não vá no cortejo ) vou  estar ausente durante duas semanas. Eu só tenho uma semana de férias, mas entre ir e vir e estar ocupada, não vou ter muito tempo para atualizar as coisas a tempo. Então uma semana para colocar a escrita em dia é bom.

Contudo, vou deixar os posts da Tag que a Stone Art Books propôs, do Alfabeto Literário, programados. Espero que gostem! Durante 26 dias eu e mais algumas companheiras de desafio (Magda L Pais,JustMaria João CovasMulaAlexandraDrama QueenCaracolGorduchitaB♥Sandra.wink.wink e Princesa Sofia) vamos responder a perguntas, por ordem do alfabeto, acerca do mundo literário. Todas as segundas, quartas e sextas sai uma resposta do desafio às 14h! Estejam atentos!

E já agora falando de mundo literário, não se esqueçam de ver e partilhar o clube de Leitura que eu a Victoria Dane estamos a criar. Seria bom ter mais companhia! Podem ver o evento aqui.

Até  daqui a duas semanas! 

 

Espero que vá, alguém sinta a minha falta.

 

Beijinhos e até à próxima!

Sinceramente, 

Assinatura.png

 

 

Bitaite da Sexta #15

14046162_1360930773935345_5832190889296584662_n.jp

Eu gosto das festas de Viana. Podem chamar-me parolinha, tolinha, não-tem-nada-que-fazer, que não quero saber. Faz parte de mim, está me no sangue. É um marco do ano como as outras tantas festividades anuais: está se à espera que chegue Agosto para os motivos tradicionais Vianenses estarem em todo lado, o ouro sair à rua, o vermelho e o azul vibrarem pela cidade inteira, e as ruas estarem cheias de gente. Sabemos que para nós é o final do Verão, o inicio de um novo ano não civil: é aquela época em que começa a escola, começamos no trabalho a ter a rotina normal em que estão todos a trabalhar e não há falta de gente por causa de férias, os emigrantes vão se embora, os dias já estão curtos e começa ligeiramente a cheirar a outono, o laranja a aparecer nas árvores e as comidas quentes a fazer parte dos nossos desejos.

Este ano estou a ver que não vou a nenhuma festa.... Como sempre a organização das festas tem de complicar e esquece que a festa é feita pelos Vianenses, o resto do pessoal vem porque gosta mas quem vive aquilo, quem participa e se sacrifica, são os Vianenses. Mas, todos os anos na inscrição para o cortejo é a mesma coisa: até fotos temos de levar dos fatos, e no meu caso como é o fato de domingar azul, tenho que levar sempre algo à minha custa. Nunca fui muito a favor, porque o fato já fui eu que comprei, o ouro fui eu que comprei e tenho o trabalho de todos os anos manter as coisas direitas, de me arranjar como deve ser para o cortejo e estou horas a pés até o cortejo começar. Compro os bolos, ou levos flores porque não me custa muito. Mas este ano pelos vistos resolveram que devia levar peças de trajes de lavradeira. Sim, porque eu aqui em casa tropeço em peças de traje. Não sei o que fazer deles. Os acessórios /decoração do cortejo não é da responsabilidade da organização ? Aparentemente não.

Eu até podia dizer que sim e no dia chegar lá, fazer me de sonsa que enfiavam-me em algum lado. Como podia não me dar ao trabalho de esconder a tatuagem, ou de tirar o verniz das unhas, de não me maquilhar, porque como outras tantas, passava. Ou não, porque já vi muita hipocrisia como meninas não irem no cortejo pela mera hipotese de se ver uma pulseira, mas a mulher de x pessoa importante em Viana podia ir com baton até nos dentes na fileira da frente de um quadro porque não havia problema.

 

É isto meus senhores. Posso ir como não posso. Custa me dizer que não vou porque é dizer não a uma tradição mas a raiva é tanta que me dá vontade de mandar todos passear.

 

Bom fim de semana minha gente!

SInceramente,

Assinatura.png

 

Bitaite da Sexta #14

7a79cd51561d66cabbaf28a74b23af90.jpg

 Esta semana, li um post de uma das minhas bloggers americanas favoritas, The Dainty  Squid, em que ela falava do mito do que devemos fazer à medida que a vida vai passando. Bastante pertinente uma vez que estou a entrar numa fase em que muitos passam para aquelas passos tipicos da vida e eu simplesmente não quero saber. E não tenho problema com os outros, excepto quando me chateiam com isso. Porque eu não faço, porque eu não quero... Cada um tem a vida como quer, e já tive muita coisa forçada, não posso ter a minha opção de vida?

Depois vi este lembrete, que me levou a  pensar nas histórias que criamos na nossa adolescência do que será o plano futuro, em que  são poucos o que seguem o guião: muitos mudam de ideias e muitos a vida assim o forçou como o meu caso num aspeto. Mas este lembrete fez me ainda lembrar noutra coisa mais importante: amizades. É que é realmente quando nos afastamos que vemos que quem pensavamos que nos fazia bem afinal só nos fazem mal. É triste quando temos pessoas que tinhamos em boa consideração, cairem do nosso pedestal por.... mesquinhices.  Pessoas que ajudamos quando estavam mal, mas quando nós precisamos, a coisa é outra. Que te considerem amigo para uma coisa e não amigo para outra. Eu sou muito pão-pão, água-água, e gosto das coisas claras. E portanto como eu tenho que pensar em mim porque preciso mais do que nunca neste momento, passo à expressão, estou me a cagar para os outros estejam em que época da vida estejam.

A vida vai passando e o que vale é "tropeçarmos" em amizades que não estavamos a contar que se transformam em mudanças boas na vida.

E assim o bitaite transformou-se num testamento!

 

Bom fim de semana minha gente! É bom saber que vos tenho dessa lado! Alegra me os dias!

 

Sinceramente,

Assinatura.png

 

Bitaite da Sexta #12

5bc6a9c0a5470efbc32984fda474ab74.jpg

Este fim-de-semana percebi o que sentem as grávidas quando toda a gente tenta tocar na barriga, mas foi com o meu menino de 4 patas mais pequeno. Em Viana do Castelo começou sábado a feira do livro, e a romaria a todas as barracas é mandatória. Como estava calor e o Chewie ficou com ar tristonho quando sai de casa, veio connosco. Pior... erro.. de sempre.

Para além do Chewie não ter gostado de ver tanta gente, as pessoas passavam por mim e atiravam-se ao cão. Tinham que tocar, e só depois perguntavam se mordia. Até tive uma senhora que berrou do outro lado da banca a dizer que lindão. Uma senhora que estava a vender achou por bem meter se com ele porque achava que por ter uma da mesma raça era habilitada, e eu a dizer que ele estava assustado e podia morder, ela achou engraçado mexer no bigode para ele mostrar os dentes e ainda chamou o marido. 

Mas o que é se passa com as pessoas?? Nunca ouviram a expressão " Cão pequeno, saco de veneno"?

 

Sinceramente,

Assinatura.png

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves, curiosa sem fim, 28 anos com muitas coisas que quero fazer. Ou estou no ginásio, ou na praia, ou em casa a ler um bom livro, ou a tratar das minhas plantas e animais. O “The Daily Miacis” é um reflexo meu.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

BLOG ON FACEBOOK

Some blog design Written by Joana

Mensagens

Copyright © The Daily Miacis