Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Inspiration // Bolachas - Natal 2017

Eu este ano se comprei dois pacotes de bolachas foi muito. Desde que resolvi reduzir alimentos processados no meu dia a dia, primeiro porque reduzi ao gluten mas que não sendo celíaca achei estúpido fazer esta restrição, e segundo porque resolvi mesmo diminuir alimentos que não fui eu que fiz. Sim acabo no dia a dia por comer quase o mesmo, mas sei o que estou a comer.

Mas eu gosto de bolachas. E por alguma dor de cabeça que me possam dar às vezes, porque a massa não me sai como eu quero, adoro bolachas caseiras. É a mesma sensação que tenho com os gelados artesanais: o sabor e a textura são totalmente diferentes.

 

Não posso comer sempre é verdade, ou tanto como queria, mas quando o frio me abraça, e me vejo embrulhada no deleite do Natal, a vontade de comer bolachas (e chocolate) aumenta. De várias formas ou sabores, queria ter a casa com um frasco cheio de bolachas frescas todos os dias. Na falta de melhor tenho ao fim de semana, e quando dá. 

 

Nesta época do ano as bolachas são uma boa forma de ter sempre algo doce para dar as visitas, para  dar de presente, e para nos tirar aquele ratinho quando estamos ocupados ou então descansados a ver um filme ou a ler.

Nem há um mês experimentei fazer as famosas Scottish Shortbread, e sairam, sa-bo-ro-sas. Como diz a minha avó Rosa "Com um café sabem a casar".

 

Deixo vos aqui algumas receitas, umas mais clássicas que outras para neste Natal adoçarem a vossa boca e a de muitas pessoas. Algumas receitas estão em inglês mas são fácil de seguir.

 

Bolachas de Manteiga de Amendoim e Chocolate Lascado

19248817_NNgCk.jpeg

 

Bolachas de Azeite

biscoitos_de_azeite.jpg

 

Bolachas Rosca Danish

buttery-crisp-melt-in-your-mouth-these-traditional

 

Bolachas Quebradas de Chocolate

Classic-Crinkle-Cookies-5.jpg

 

Bolachas de Batata Doce

esses_de_batata-doce.laranja.jpg

 

Bolachas de Amendoim

estrelinhas.de.manteiga.de.amendoim.com.sabor.a.Na

 

Bolachas Scottish Shortbread

shortbread-650-1-of-1-1.jpg

 

Bolachas Twix

With-a-flaky-buttery-cookie-below-the-chewy-carame

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Inspiration // Plantas em casa

Engraçado como mudamos à medida que crescemos. Quando somos mais pequenos não gostamos de muitos sabores e depois, enquanto adultos, adoramos. Neste caso, existe uma explicação biológica: as nossas papilas gustativas vão-se modificando à medida que crescemos também. Mas no que toca a gostos, acho que é mesmo amadurecer, ou será que também temos algumas ligações no cérebro que vão mudando os nossos gostos? Bem é sempre aquela questão genético vs. interação à ambiente.

 

Ninguém diria à Sofia pequenina que um dia iria gostar de plantas verdes. Achava um desperdicio de espaço, e dinheiro. Eram verdes (coisa horrível!), monótonas, nem sabiam gerar uma flor algumas delas. Agora adoro. Acho lindas, fazem efeitos engraçados e dão vida à casa. Consigo mesmo adorar os fetos que para mim, antes do curso, equivaliam o mesmo que erva daninha. Consigo olhar para elas, e ver como elas são tão importantes na evolução das plantas. São aquelas que estão ali logo no inicio da linha da evolução. E são tantas, e tão lindas, com aqueles pequenos folhinhos, ou pequenas folhas que tem outras pequenas folhas. 

 

E como já sabemos: as suculentas e cactos. Penso que não preciso de desenvolver muito a minha loucura por esse tipo de planta. (senão sabem é só dar uma vista de olhos neste post, neste, e neste, embora este último seja importado do endereço de blogue antigo e não tem fotos).

 

Com a renovação que vai acontecer por estes lados, ando a ver como vou trazer plantas cá para casa. Quero uma Lingua de Sogra, alguns fetos quem sabe um Rabo de Porco, e cactos, talvez um daqueles tipicamente sul americanos, um  Crassula ovata "Gollum". Mas tenho visto tantas ideias giras na Internet, que nem sei qual escolher! 

2f029c4ffaadfd4d0b1db246010264f4.jpg

 

3a76a6b770973483e8ae073a2d9576e2.jpg

 

9e351644c65cf2a745c27d0d34c0d05e.jpg

 

 

45b578935b046ea8da03fa1c837036f3.jpg

 

59d3e8e065da2823848346e55b3ff8f4.jpg

 

88f71e195b0c114f4dcd8aafa3ee10ca.jpg

 

95f6c4831620ae3eedc3518ad2c1aca8.jpg

 

948f3bd663819cc18d9b6c7b739a79ae.jpg

 

03844e52965709b81e417904bbc1dea8.jpg

 

afc017a386c2a2da8d5dcdf926106611.jpg

 

c3954db51b28a89d33b3cc69b4f07608.jpg

 

caf1543e7d2ed421d4ec96c6dc4ef3b7.jpg

 

Invite-Nature-In-With-20-Incredible-Indoor-Plants-

 Que acham? Deixo aqui o link da loja com os vasos do Star Wars, porque eu já fiquei apaixonada.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Inspiration || Álbuns de Fotos

Com a (des)organização que vai ter que levar a casa nos proximos meses, existe uma pequena parte que sempre foi adiantada, e adiantada, e adiantada, durante anos. E obvio, vai calhar à mesma a arrumar. Penso que é algo que também acontece com muitas familias: a gaveta das fotos. Problema é que na minha casa, é a gaveta das fotos, uma saca que tinha fotos que estava no meio de outra lembranças, eu tenho uma caixa com outras fotos que também já tem algumas fotos que vieram da gaveta, são albuns já com fotos soltas. 

Por isso, e para resolver esta problemátiica, ando a procurar ideias no local do costume, Pinterest. A verdade é que, a coisa ronda quase sempre o mesmo: ou caixas, ou caixas dentro de caixas, ou albuns mais ou menos decorados. O que muda é como identificamos. Como muitas das fotos antigas não tem data algumas delas, penso que vou marcar por, "Antes Sofia", "Depois Sofia", que acham? Eu fui um marco muito importante na familia, obvio que as fotos mudaram muito depois de mim, tem uma trunfa loira em quase todas as fotos, geralmente nua ou amuada nos primeiros anos de vida.

Fora isto, penso que vou tentar identificar por anos, em intervalos e vou colocar por caixinhas como as que tem na fotografia por paises. 

8fc8a63437a70427e9995ea0f476730a.jpg

 

59ee3c5558e1a206a95d276cd7054c39.jpg

 

fce0f4fea253e410f2e6b3aa682913b1.jpg

 

fd22c365c3cafab3944afbecf046eea0.jpg

 Sinceramente,

Assinatura.png

 

Inspiration // Bullet Journal

Ando viciada no blogue da Claúdia, A Mulher que Ama livros. Espero que ela não pense que seja muito stalker da minha parte mas quando se trata de livros eu estou lá. E vejam, geralmente o tipo de livros que ela fala nem são algo que me atrai muito como títulos, porque eu sou mais menina de livros de ficcção cientifica, fantasia, técnicos e de ecologia. Mas os clássicos e os romances históricos também fazem parte do meu leque de gostos. E hoje, enquanto estava a trabalhar a arrumar uns processos tinha os vídeos da Cláudia no youtube acerca dos resumos de 2016 e projetos para 2017 no fundo. Vi um vídeo em que falava da questão do TBR (to be read), que a lista do TBR ajudava no projeto dela de poupança, Nós, os amantes de livros temos um defeito sempre que entramos num local que tenham livros à venda, lá vai mais um livro. A Claúdia falava na questão das promoções, eu até nem costumo comprar em promoções porque nunca calhou de ter sempre livros que me chamassem, o meu problema é mesmo as edições. Eu mato-me por uma edição linda.

 

Uma vez que estou empenhada nesta minha empreitada em conseguir gerir melhor o meu dinheiro porque preciso para projetos futuros, pensei que realmente tenho que ter mais atenção porque ainda tenho muitos livros por ler em casa. Como tenho um bullet journal pensei que faria todo o sentido ter lá uma lista com os livros que tenho e ainda não os li, e não comprar mais nenhum livro (a não ser que seja uma edição unica como a do Harry Potter dos 20 anos que não vou resistir e vou comprar a versão de Gryfindor, ou da Agatha Christie porque eu este ano é que ia ser o ano ...). Assim há medida que vou lendo vou riscando. 

 

Eu já tinha falado neste técnica de organizaçao da agenda pessoal há uns anos, mas agora está muito na baila. Ok, eu não tenho paciência para estar a fazer desenhos em cada mês, mas fiz nas páginas bases para o inicio da agenda, como por exemplo no caso dos livros tenho uma estante desenhada onde  vou adicionando livros desenhados com o titulo dos livros que li. E embora não tenha paciência para desenhar e fazer coisas muito bonitinhas a verdade é que existe páginas que conseguem ser práticas e bastante bonitas à vista.  E a realidade é que o bullet journal  começou como uma forma de organização em que a própria pessoa é que criava as chaves de organização na agenda e criava os próprios painéis conforme as necessidades. Os desenhos são um plus.

Deixo aqui algumas sugestões, que a maior parte coloquei no meu.

 

1aca106764f790a84dff36af1edd5619.jpg

 

03a3463fb757b7adf1b87531258a8060.jpg

 

9e8b2ec7d97b28de233625a1e51cdc01.jpg

 

29fd3eef9516f7d72c4fb6827bb8a449.jpg

 

52b7991190dc96e752c30b6607404400.jpg

 

78f0e1e6778b51fda7656c1e5783e66f.jpg

 

3769c070456019c97e5cf465d65bc9c2.jpg

 

412233810eaf56bdcd44be6d660cd4fe.jpg

 

db4a81f98118d88f8b27ea25c696101f.jpg

 

db988240efdcfb71656886b67f5081d8.jpg

 

mapa.PNG

 

tbr.PNG

 Imagens: de Pinterest

 

Sinceramente,

Assinatura.png


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves, curiosa sem fim, 28 anos com muitas coisas que quero fazer. Ou estou no ginásio, ou na praia, ou em casa a ler um bom livro, ou a tratar das minhas plantas e animais. O “The Daily Miacis” é um reflexo meu.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA

Parceria


Some blog design Written by Joana

Mensagens

Copyright © The Daily Miacis