Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Dos projetos bonzões | Sensitea

Viana  é uma cidade que pode não ter muito, mas há uma coisa que tem para dar e vender: pessoas com bom gosto e resiliência. Não é coisa fácil abrir negócios de porta aberta em Viana. Para além de imensa burocracia, como preços exurbitantes, existe o zum zum zum do diz que diz, e as ruelas vazias em 75% do ano.

Por isso Viana transforma-se numa cidade com pouca variedade de negócio diferente, ronda quase tudo o artesanal todo virado para os desenhos de Viana, e pouco mais. Temos algumas lojas de roupa, quase todas do mesmo género e sapatarias. Lojas diferentes é raro. Mas de vez em quando aparece alguém, com boas ideias. Uma foi a Conto de Fadas, que é um conto de fadas literalmente aquela loja. E agora apareceu-me uma loja, que poderia dizer que era o sonho de um negócio criado por mim. Quem me conhece sabe que sou uma fanática por ervas e curiosa por terapeutica medicinal tradicional. E por isso, uma loja a vender chá como deve ser, de boa qualidade a granel, é um sonho.

20294376_120831621871790_3215410634168126401_n.jpg

 

Sensiteas, é o projeto de que vos falo. Temos uma loja cheias de frascos dourados, em cada um dele esconde um tipo de chá, cada um melhor que o outro. Temos petunia roxa, temos a tradicional camomila, lucia lima, temos botoes de rosa, temos o chá verde japones de 3 anos e de 5 anos. temos o chá verde chinês, temos marrakesh mint, temos infusões para a concentração, para a ansiedade, para a digestão. Temos chá ceylon, english breakfeast. 

Mas a maravilha desta loja não se fica por chás, temos todos os apetrechos ligados ao chá como bules, frascos para guardar o chá. Temos sabonetes artesanais feitos com as ervas biológicas. Temos vários tipos de especiarias também vendidas a granel.

Tudo isto aliado a quem vos sabe explicar o porque daquele chá, daquele sabor, de como foi colhido e manipulado, e como isso contribuiu para as sua qualidades.

Nem sei mais que vos possa dizer. Para mim entro naquela loja e dá me vontade de experimentar tudo e levar tudo comigo.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Um pouco de caos

Já mencionei várias vezes que uso um bullet journal e que me tem ajudado bastante. Contudo, eu uso o bullet mais para tracking de atividades e de humor por exemplo do que exatamente para organizar a minha vida. Ou seja, eu não tenho lá todas as tarefas diárias que tenho de fazer e vou riscando minuciosamente. Não consigo, não dá e sou demasiado esquecida para isso.

 

Eu acho que a vida sabe bem é com um pouco de caos.

 

tumblr_o8qjd2pfIP1upavqco1_500.jpg

 

Com a ansiedade, dir-se-ia que caos não funciona. Porque traz demasiada instabilidade, demasiado imprevisibilidade que não combina com o ansioso-manioco-criador-cenários-panicoso. Contudo, a minha experiência na minha vida permite me dizer que não é assim. Eu nunca fui uma pessoa de muita organização e planos. Aliás a minha avó diz que nunca planeies muito porque depois não acontece. E assim é: não tinha planeado muitas coisas para o futuro e maior parte delas como os planos que todos têm, ter uma casa, casar, filhos, ir aqui e ali, fazer isto e aquilo, mas tinha tido como certo, aliás como facto, que iria tirar um curso do meu gosto e ter um futuro emprego com sucesso. Como sabem, nada disso aconteceu. Não entrei no curso que queria, acabei por entrar noutro que, bem na verdade acabou por ser melhor e posso dizer com orgulho define-me como pessoa, e depois de tanta batalha e de mostrar que biologia não é uma cena de hippies no campo a dar mimos na relva, não consegui emprego. Isso feriu não só o meu ego, como também culminou num embater sucessivo de frustações provenientes de sonhos não realizados, e por isso, gerou a ansiedade monstruosa que existe em mim. 

 

Mas, se há coisa que aprendi com o livro " A Lei de Murphy" é que se alguma coisa de mal pode acontecer, ela vai acontecer quer queira quer não, e que daí só pode vir melhor. Então não penso muita nas coisas. Tento desenhar caminhos, tento direccionar-me mas sem caminhos construidos, com pedras no chão e placas. Vou por caminhos poucos explorados, e se quiser mudar de direcção, posso sair da estrada e criar outro caminho meu. O facto de não me obrigar a algo não me cria expectativas que depois não são atingidas. Embora ter metas é bom para o foco e a disciplina, não me impor um futuro certo não me cria expectativas que depois senão atingidas me criará outras consequências.

 

O caos dá também imaginação. Quando não temos as coisas planeadas, e aparece algo com que não contamos, as manobras que temos de criar para ultrapassar essas situações não só nos tornam mais espertos com mais experiência como nos torna mais criativos. 

 

O caos oferece-nos outro ponto de vista. Outra forma de ver a vida. Sabemos que temos muito lixo, muita poluição no dia a dia, e o facto de já estarmos imune à poeira que nos ofusca a visão, consegue fazer com que estejamos mais atentos aos pequenos pormenores. Este pequeno ponto tem me ajudado muito. Reparei em pequenas tarefas que fazia há uns anos, quando a ansiedade estava lá latente mas não saia de mim, me ajudavam a ultrapassar e que eu, por vias da vida, deixei de fazer. Então consegui no meio da confusão que é a vida, ver que talvez fossem essas pequenas coisas que me iam fazer voltar a mim mesma. Coisas como parar e me sentar nas escadas lá fora, caminhar ao final do dia pelos campos na aldeia, voltar às manualidades, voltar a ler, e a escrever, cozinhar sobremesas, deitar me no sofá com o portátil e ver um filme.

 

Para mim não há nada como um pouco de caos para apimentar a vida. E como dizia Tolkien " Not all those who wonder are lost".

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

 

Lau de Lark

A Lau de Lark é uma marca de tote bags de 100% de algodão, com ilustrações pintadas à mão de uma ilustradora cientifica portuguesa, Luísa Ferreira Nunes.

Eu já seguia o trabalho da Luísa há algum tempo, porque eu adoro trabalhos de ilustração cientifica. É a mistura de dois Mundos que eu adoro e me identifico como eu: ciência e arte. Luísa, é uma bióloga, que realiza várias expedições e que faz trabalhos como freelancer de ilustrações cientifica. E agora essa sua arte, está na forma de malas, com ilustrações lindissimas.

16406995_1255602904494568_7652419224395514909_n.jp

O intuito destas malas é divulgação cientifica. E da forma que eu sou mais a favor: divulgação da fauna e flora que temos aqui em Portugal. Porque todos adoramos o panda, e canguru, mas esquecemo-nos que fora da nossa porta temos tanta beleza, tanta coisa linda que não existe noutro lado. E é nosso!

17499257_1337472996331667_3003649749809438356_n.jp

Eu tenho uma mala que foi um presente da minha tia que me conhece como a palma da minha mão. Tenho o pintassilgo, porque achei lindissima a ilustração. Ainda não sei como não escolhi as borboletas! Se fosse uma Borboleta Cauda-de-Andorinha (Papillon machaon) não tinha resistido.

A qualidade das malas é muito boa. Não é daquele tipo de tote bag em que a espessura do tecido é fina. É bem grossa, as costuras estão bem feitas, e por isso aguenta com algum peso. Mas não exagerem!

16640781_1272806162774242_7212888680720927271_n.jp

Podem ver os trabalhos aqui no facebook. Tem site mas não sei porque não estou a conseguir abrir.

 

Sinceramente,

Assinatura.png

Produtos Cien

Há muito que já se lê pelos jornais, revistas e blogs opiniões acerca dos produtos Cien, da Lidl. No início fiquei com o pé atrás: não vou mentir mas a verdade é que no mundo cosmética maior parte (tem que se ler bem que não é todos) o preço elevado leva a resultados melhores. Contudo é verdade, que há vários produtos a preços acessíveis bons para nutrir o maior orgão do nosso corpo. 

E a Lidl tem surpreendido bastante nesse sentido. Para além dos preços, a qualidade e variedade dos produtos tem aumentado. Quando há uns anos só tinha uns géis de banhos, o creme de corpo e pouco mais, agora temos quase uma oferta em todas as categorias de produtos, para além das edições limitadas.

 

Das ofertas disponíveis já experimentei o creme de noite de calêndula para o rosto e para os olhos, shower peeling de Melancia, creme corporal de ureia, creme de rosto de dia com 1% de ouro e  o creme anti celulitico com efeito quente. Devo dizer que estou bastante contente com todos excepto o de ureia, esse era horrível. Mesmo com pouco creme, ficava com uma camada oleosa no corpo, e não cheirava lá muito bem. Dos restantes, o meu favorito até agora foi o de calêndula. Mas, o que me surpreendeu mais até agora foi o creme antí celulitico. Ontem coloquei uma boa camada nas coxas, massagei, vesti me e sai. Passado um minuto começo a sentir muita comichão no braço. Levanto e vejo uma mancha enorme vermelha. E comichão, muita comichão.Olho para o outro braço uma mancha mais pequena. Começo a pensar no que comi para ter alergia. E lembro me : coloquei o creme mas só está a fazer efeito agora? Olho para as minhas pernas estavam vermelhas como se tivesse apanhado um escaldão! Ando a colocar direitinho a ver se vejo diferença na casca de laranja, mas digo meninas, efeito parece que vai fazer!

 

19970952_1792295707465514_2126346898_n.jpg

Sinceramente,

Assinatura.png


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves, curiosa sem fim, 28 anos com muitas coisas que quero fazer. Ou estou no ginásio, ou na praia, ou em casa a ler um bom livro, ou a tratar das minhas plantas e animais. O “The Daily Miacis” é um reflexo meu.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA

Parceria


Some blog design Written by Joana

Mensagens

Copyright © The Daily Miacis