Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Daily Miacis

What I've Been Reading #8

IMG_9972 

Danças na Floresta, por Juliet Marillier

Wildwood Dancing, by Julliet Marillier

Já há algum tempo que não publicava uma review de um livro sem ser para o desafio. O desafio é muito bom para obrigar a ler livros fora dos temas que queremos sempre ler tendencialmente, mas ás vezes não dá, não há vontade. E este estava mesmo a olhar para mim, aliás esteve para ser o livro para o ultimo ponto do desafio que fiz, mas achei que o livro que ficou com esse lugar melhor para falar.Estava a contar com um livro para um adulto jovem, mas acabou por ser da categoria juvenil na minha opinião, tendo em conta o teor da história, o desenrolar e atitudes das personagens; no entanto não deixa de ser uma história que apela aos nossos sonhos de quando éramos mais jovens, e em algumas partes, uma certa personagem consegue criar em nós um ódio tremendo. No fundo esta história é um pouco que todas nós meninas alguma vez desejamos que era ter um animal de estimação que nos entendesse, ter um mundo mágico fora da nossa casa quando quiséssemos, e aparecer-nos o amor da nossa vida. Este livro consegue ter amor, drama, traição, perda, fantástico, amizade, referências a vários contos conhecidos como vampiros, anões, trolls, fadas,bruxas, e mais outras histórias que se digo, estrago.

Seguimos a história das 5 irmãs que vivem em Piscul Dracului, a casa da família, que era conhecida por existir num local, que de acordo com o folklore da vila, estava ligada a magia mas com um teor mau. Mas as meninas, quando se mudaram para lá, novas, e sem acreditar no que lhe diziam, encontraram um portal que na noite de lua cheia se abria, para um mundo mágico. Então desde aí, uma vez por mês, elas vestiam-se como para uma gala, e iam para esse mundo, passar a noite inteira a dançar com os seres mágicos que as aceitaram como visitantes desse mesmo mundo. Das 5 irmãs a história é contada da perspectiva da segunda irmã mais velha, Jenica, que é a filha mais certa, não tão bela, com uma boa cabeça para gerir o negócio que o pai tinha. A sua mãe morreu havia anos, e só tinham a elas, o pai, e os empregados do castelo. A vida de Jenica é marcada por episódio triste quando era mais criança, em que ela e os seus dois primos direitos, correram e brincaram na floresta, acabando por ir ter ao local que todos diziam ser perigoso, um pântano. E o seu primo mais velho acabou por morrer. Mais tarde, devido a complicações de saúde do seu pai, complicações familiares, e de prioridades, e quem é prioritário, Jenica vê-se desamparada: a sua irmã mais velha está doente porque está apaixonada, seu primo sobrevivente toma conta do negócio, e Jenica acaba por perder mesmo o sapo que era o seu companheiro desde há bastantes anos e com o qual tinha uma ligação muito forte.

A história passa-se na Roménia, o que me deu mais prazer a ler o livro porque eu já estive algum tempo na Roménia e adorei o país. E por isso identifiquei-me com a cultura. Acho que o livro, embora não tenha referências como as conhecemos a vampiros, bruxas, fadas etc., consegue nos fixar na história pelos acontecimentos passados de uma forma ritmica, e então vamos sempre querer saber o que vai se dar depois. E, honestamente, embora possa considerar um conto de fadas no geral, não é assim tão cor-de-rosa pois existe um teor bem negro na história,principalmente no que toca a escolhas que as personagens têm que fazer.

Gostei do fim, foi expectante e no entanto quando começei a ler não diria que acabaria assim, pois até 2 terços do livro a personagem Jenica, que é uma personagem feminina forte, com atitudes garridas, e coesas, via-a sim a acabar bem mas não da forma que acaba.

 É uma boa leitura para estes dias de Verão, pois o mundo descrito lembra um pouco " Um sonho numa noite de Verão", embora a história passe em pleno Inverno continental. Sinceramente,Sofia G. 

BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves, curiosa sem fim, 28 anos com muitas coisas que quero fazer. Ou estou no ginásio, ou na praia, ou em casa a ler um bom livro, ou a tratar das minhas plantas e animais. O “The Daily Miacis” é um reflexo meu.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

BLOG ON FACEBOOK

Some blog design Written by Joana

Mensagens

Copyright © The Daily Miacis