Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Bilhete para a Filadélfia?

Nestes último tempos, tenho andado muito colada tudo que seja o Mundo Marvel e ao mundo de BD (since '88),  em grande parte culpa do André, e outra culpa do Big Bang. E á custa de discutir personagens já passei umas vergonhas bem grandes :| ( quem souber da história saberá o que é. ainda me pesa na consciência )[caption id="attachment_246" align="aligncenter" width="490"] O meu ultimo vicio de jogo ;)[/caption]Tenho andado mesmo coladona, alguns dirão nerd, mas a verdade é que me tem sabido bem. Gozam bastante comigo por gostar de desenhos animados. Mas a mim é uma forma de descansar a cabeça. Há quem veja telenovelas, há quem veja BD.Aliás, tenho lido bastante, também há custa de jogar o "Marvel Ultimate Alliance", tenho lido BD, artigos (não são cientificos é verdade xD ), até Bio's na wiki da Marvel (sim, existes wikipédias de quase tudo!), principalmente assuntos relacionados com o meu Deadpool :D[caption id="attachment_247" align="aligncenter" width="296"] Deadpool, the Merc with a Mouth (o anti herói da Marvel)[/caption]Até lojas de venda de BD tenho procurado, com pouco sucesso, uma vez que isso é uma cultura tipicamente Americana, e cá em Portugal não pegou muito esses tipos de lojas, infelizmente. Sem contar, foi uma das lojas que fui visitar em Londres, e que mais me marcou porque é a única (tirando a Disney Store :P ) que me ficou na memória. Mas o que faz sucesso em Portugal são supermercados, quinhentas mil lojas de roupa e sapatos, outras tantas de decoração, cinemas que extorquem dinheiro ás pessoas, e o resto  é falência.[caption id="attachment_249" align="aligncenter" width="490"] Livros BD[/caption]E por curiosidade, hoje reparei que a comic con está para se realizar em Junho na Filadélfia. Como sempre, grande frustação porque em Portugal estas coisas nunca acontecem, nunca há nada deste género e os poucos que existem é sempre em Lisboa.Quem já viu falar disto nos filmes, associa sempre aos nerds. Mas na minha opinião, não tem nada a haver com isso. É um evento gigantesco ligados ás artes e a criatividade humana. Uma coisa, que de acordo com o Carlos Coelho estamos a precisar de libertar em Portugal. Há de tudo,  livros BD,  toda uma quantidade de "stuff" ligada a BD ( t shirts, lençois, lápis, etc), eventos ligados aos filmes que se tenham inspirado em BD ou de ficção cientifica. Há uma grande quantidade de eventos ligado á cinematografia, e VIP que são convidados por dia a estarem lá para autografos e outros eventos. E agora, um exercício de imaginação, vamos transpor isso para Portugal....hmmmm...Ora bem, elementos de cinematografia.... Vinham os escritores de Telenovelas , o Tozé não sei quantas, não sei quantos actores/modelos  dos Morangos com Açucar que passava a ser uma BD para poder ir a Comic Con Portuguesa. Mais? VIP do dia, o José Socrates a dizer "Porreiro pah! Eu sempre gostei de fazer jogging a ler BD". E o auge do invento seria, o nosso Manuel de Oliveira que punha todas as pessoas da sala a dormir. AH, sim fora a burocracia portuguesa. Voluntários para o Comic Con eram só cunhas, claro que se passaria em Lisboa, e os bilhetes de entrada seriam uma assalto oferecido, de uns 40 euros por dia.E agora diriam-me " Sofia não tens mesmo mais nada que fazer". Tenho sim, estudar algas. Daí andar por aqui a escrever sobre BD xDAté á próxima!

The New Slavery

Numa época em que cada vez mais é nos incutido pelos média e pela sociedade, materiais e ideias que não nos são essenciais mas que "aceitamos" e acabamos por "precisar" como tal, vem este TED talk mesmo a calhar.[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=SXM7MpoVAD0;rel=0&w=425&h=350]Neste últimos dias tenho falado muitos neste assunto e discutido com algumas pessoas. A realidade é que estamos a entrar numa sociedade degradante. E por muito que pareça que não, é tudo graças ao petróleo. Esta velocidade de vida que temos, e o consumo que nos é imposto, é graças ao petróleo. Este tipo de combustível, foi o que nos permitiu os avanços nos últimos anos, desde que foi descoberto o petróleo a investigação cientifica aumentou quase o dobro ( não implica que a qualidade seja a mesma....), o plástico, e toda a palafernalia associada, o aquecimento das casas, os carros, e tudo mais. A nossa mobilidade actual! Graças ao petróleo podemos pegar num carro e viajar viajar viajar, existem locais de reabastecimento em qualquer lado em que em minutos se enche o nosso veiculo e podemos proceder a viagem. O local de depósito é prático, cómodo, não pesa muito e portanto é facil de transportar o nosso tanque de gasóleo  ou gasolina. E tirando isso, toda a nossa necessidade actual de objectos que não precisamos. Pensem: eu própria já estou a ceder aos "encantos" de um telemóvel touch, e no entanto é um telemovel como os outros: manda mensagens e recebe e efectua chamadas. Mas o grande "twistting" da nossa sociedade, e com a grande ajuda da velocidade de tempo e crescimento, é que acabamos por precisar das coisas. Hoje em dia os materiais são feitos para durar pouco, não são feitos para durar. Porque? Senão não havia produção. E depois, quando precisamos de comprar de novo, ou arranjar qualquer coisa já não existe como nós tinhamos, e portanto temos que comprar uma coisa nova. Por exemplo, computadores, querem melhor exemplo. Ou seja estamos numa sociedade mais ignorante e estupida se formos a ver que no tempo dos analfabetos cristãos. E de que forma mais irónica! Porque naquele tempo não havia muitas formas de conhecimento, era dificil ter uma fonte de conhecimento, e acreditava-se em qualquer coisa, por isso a igreja ganhou o poder que tem, dava o que as pessoas acreditavam, e era fácil controla-los, eram burrinhos. Se formos a ver, hoje não melhoramos muitos. Temos sim bastante conhecimento e muitas formas de o adquirir, mas continuamos "burrinhos" na mesma: estamos numa escravatura dissimulada, porque continuamos a acreditar em históriazinhas que nos conta a sociedade de consumo para trabalhamos para comprar coisas que não nos são essenciais, e o controlo em nós é tão fácil imposto.Até á próxima!

Limpezas

Falta de tempo, falta de tempo... E preguiçite aguda Q.B. quando paro! Tudo isto resulta em não vir aqui regularmente.E porque até a única coisa que me passavam pela cabeça ou era falar de identificação de espécies animais ( nada porreiro pah!) ou então como analisar a sequência comportamental do gato ( mt seca, uma vez que no nosso trabalho não tivemos padrão xD ). Ou podia falar no mundo Marvel, e revistas BD mas isso é outro assunto para outro dia.Mas aqui estou eu hoje, porquê? Porque resolvi procurar umas coisas, e quando dou por mim estava a fazer uma limpeza aos meus cantos escuros do quarto cheios de lixo. E, é sempre nessas alturas que nos dão nostalgia. Eu já faço de proposito. Não, não sou porca, mas quando faço limpezas a fundo, nunca é totalmente a fundo, porque nunca faço todas as partes ao mesmo tempo, para de vez em quando, quando volto a limpar (re)vejo coisas que já nao via há muito tempo!E hoje passou isso, e coisas que nos poem envergonhados, outras que nos deixam contentes outras que nem sabemos como guardamos aquilo ![caption id="attachment_235" align="aligncenter" width="490"] O meu entretimento numa aula de Português, e como podem ver, na época de Natal[/caption][caption id="attachment_231" align="aligncenter" width="490"] Fotos tipo pass que tirei quando nasceu a minha prima Andreia, e quando estava no Ballet. Foi das ultimas vezes que vesti aqueles fatos.[/caption][caption id="attachment_236" align="aligncenter" width="490"] Um CD que me deram quando andava na fase do Fantasma da Òpera![/caption][caption id="attachment_233" align="aligncenter" width="490"] Este nem me lembro de onde é[/caption][caption id="attachment_234" align="aligncenter" width="490"] Este desenho foi o meu pai que o fez, bem como a história foi contada por ele. Foi quando eu queria na primária criar uma revista ambiental, e queria que tivesse uma parte de contos. Já naquela altura o meu lado biólogo me estava inerente[/caption]E depois encontrei este poema que por acaso é o unico que não me lembro quando escrevi nem porque mas parece uma música.ContinuamenteO mundo não me largaOu é eu que não o que largarA Lua não me falaE o Sol não me sorriO mar vai-me deixandoE eu fico por aquiSe corro demaisFico cansadaSe fico presaNão me sinto amadaPara onde me viroO mesmo problemaOnde eu me escondoO mesmo dilemaPercorro a minha vida continuamentePois o meu Mundo cabe nas minhasDuas mãosFado cegueiroQue não me menteAlma inquietaQue prefere o caosNada brilha no meu caminhoApenas a minha luzA sombra não fica comigoFico sempre a sós.A minha maior contradiçãoÉ apelar por um meio termoPoisA minha maior perfeiçãoÉ ser um extremo.E, depois de ver isto e muitas mais coisas que tenho por aqui, dá-me uma nostalgia....Até á próxima!

Numa de espirito semi-académico

Não tenho publicado nada é verdade que entre os relatórios para fazer, e mais outros assuntos tem sido o tempo quase ou em frente ao pc, ou ... não 90% em frente ao pc. O resto é quase todo a dormir ou a comer ou a namorar um bocadito :PE porque também vem ai a semana da queima, e a minha semana de finalista.Quem me conhece sabe que nunca fui muito adepta da vida académica. Mas este ano, só para não ser anti social de todo, lá vou. E porque também a companhia é da boa!!E portanto aqui vai, falamos depois...FINALISTA OLÉÉÉÉÉ!!!!![caption id="attachment_227" align="aligncenter" width="490"] O azul baby, como quem diz o azul ciências[/caption]E desde já quero agradecer ás pessoas que me marcaram, e que me deram lembranças boas durante este percurso, e que me ajudaram tanto pela Negativa como pela Positiva:Ao meu tio, que senão fosse ele não tinha quem me levasse para ir por os papeis para mudança de cursoOs meus paisMónica Amorim ( desde o inicio :P )Marta NovoMariana RolaCarolina CarvalhoSusana CarreirasJoana Santos  (embora nos conhecamos á pouco tempo, obrigada! )Isabel CastroA minha tia Fernanda ( e primas pequeninas)Joana Rodrigues ( pelos momentos escassos mas que sempre me revitalizaram )Luisa RamosNádia EusébioE claro, the last but not definitely the least,André CorreiaAté á próxima!

BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Copyright © The Daily Miacis