Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Bitaite da Sexta #10

ba3aff0d59f68240de83b795bb92f1b8.jpg

 

Esta semana cheguei a várias conclusões. Primeiro que gosto mesmo do blog porque dá me gosto e mesmo com os dias de preguiça, começa depois a dar a saudade. Segundo que estou velha, porque o Harry Potter fez 20 anos que saiu o primeiro livro e o filme "Hércules" da Disney também. Terceiro que tenho um problema sério com o meu cabelo. Eu gosto dele mas nunca estou contente e quero sempre trocar. Acabei por desistir da ideia de cortar o cabelo porque primeiro no dia anterior ao que estava a pensar cortar ficou marcado um jantar de gala (pensem em mim logo) o que me ia fazer ir duas vezes à cabelereira então desisti do corte e segundo porque apesar de muitos dizerem não cortes parei quando o meu namorado que nunca diz nada acerca de mudanças e diz "Eu gosto de ti com o cabelo como tens agora". Sim derreti e parei por aqui. Daqui a um mês falaremos. 

Depois cheguei cheguei à conclusão que ou eu sou muito sadomasoquista ou então quero mesmo muita inspiração: estar a fazer dieta e problemas a perder peso e ver o masterchef Australia á noite, não é fácil gerir as vontades que surgem a partir daí.

 

Bom fim de semana!

Sinceramente,

Assinatura.png

 

 

Insight

Hoje venho falar de uma marca de cosméticos que estou a usar há uns tempos e estou contentissima. Penso que tão cedo não a troco por nada.

 

Como sabem cada vez mais procuro por produtos com uma base natural, e tento sempre que respeite não só a minha saúde como a saúde do ambiente. Temos como exemplo o balsamo da M.O.A., os produtos da Taaj e os shampoos do Paul Mitchell. Na minha rotina diária agora conto sempre com a Taaj, uma marca francesa baseada nos principios de Aryuveda aplicada a cosméticos, e na Insight, uma marca italiana cujo moto é simplicidade e eficácia, e por isso eles conjugam a força da sabedoria da cosmética natural com a ciência na criação de novas fórmulas que criam produtos bons. Bons para o ambiente porque usam produtos orgânicos, contribuindo para um crescimento sustentavel e melhoria do ambiente, e bons para nós.

 

Ainda não estão vendidos? Já vos disse que são livres de sulfato, petrolato, silicone, e parabenos? Têm a pele sensível? Não há problema porque também é livre de alergéneos.Tudo isto é possível através da utilização de óleos e extratos provenientes de plantas misturados numa base liquida com água ozonizada que é desinfetante. Quando acabarem o produto podem simplesmente colocar a embalagem para o contentor amarelo porque o polímero usado é reciclável.

 

Eu já utilizei o shampô para cabelo finos e quebradiços, a máscara para uso diário e o sérum de reparação. Estou rendida aos três. O shampô noto que fico com o couro cabeludo bem limpo, sem ficar com aquela sensação de cabelo pesado. A máscara, foi um achado.O que acontece com as máscaras é que são muito nutritivas e quando se lava o cabelo numa base quase diária, pode ajudar a aumentar a oleosidade no couro cabeludo. Eu pelo menos noto isso no meu cabelo. Com aquela máscara, ficava com o cabelo hidratado sem oleosidade extra, leve, fofo ao toque e a cheirar uma maravilha. Depois de isto tudo, coloco o sérum. O sérum foi comprado por ímpeto de necessidade, porque eu precisava urgentemente de algo que me ajudasse a modelar um pouco o cabelo quando seco, e a não ficar com as pontas tão juba quando o seco. O preço não era muito agradavel quando olhei para o tamanho do frasco. Foram 21 euros, mas 21 euros bem gastos. Para a minha juba chega duas gotinhas, facilmente espalho aquilo pelo cabelo todo. E noto logo diferença no cabelo.

complex.jpg

 De momento só vi à venda deste produto na RC Cosmetics.

 

Sinceramente,

Assinatura.png

 

Destralhar à Nortenha

Os nortenhos têm um defeito: guardam tudo porque tudo pode fazer falta.

 

Posso estar a generalizar e quase nenhum nortenho fazer isto, como pode ser um defeito português. Mas a verdade é que conheço muito nortenho que guarda muita coisa só pela brevidade futura de numa eventualidade ser necessário. Quase como os americanos que têm aqueles contentores cheios de coisas estranhas.

 

E depois quem é que leva com isso? As gerações mais novas. Ando eu a arrumar a parte de cima da casa que tem 3 gerações de pessoal a guardar objetos de todas as formas. E torna-se numa atividade que para além de obrigar a trabalhar os glúteos a descer e subir andares over and over again, como trabalhar os biceps, é um exercício engraçado encontrar coisas que já nem nos lembrávamos que existiam. Encontrar coisas que pensamos “porque raio guardei”, coisas que nos fazem ter vergonha, coisas que voltaram a ser trend e coisas que nos deixam agarrados a memórias.

 

São estas duas últimas, que fazem com que uma pessoa que vem empolgada e embalada por esta nova moda simplista e minimalista nórdica, e acaba por destralhar à nortenha: guardar porque pode dar jeito.

19553206_1772743349420750_1831298054_n.jpg

Por isso agora tenho na parte debaixo da casa, o meu aparelho antigo e ando a pesquisar no Pinterest: como tratar cabelos de Barbies estragados.

 

SInceramente,

Assinatura.png

 

Inspiration // Short Hair

Já sei, já sei. Eu tenho andado a apregoar que iria ter o cabelo comprido até ao rabo quase e que não cortaria até chegar aos 30. Mas a verdade é que eu acho que não vai dar. Meu cabelo é bom até um certo tamanho, passado dos ombros para baixo começa a ficar fino, melado, sem forma, e não consigo ajeita-lo. E portanto, de maneiras que, andei a procurar inspiração para... um bob curto. 

 

Sim, curto. Vou dormir sobre o assunto, mas acho que vai ser mesma esta ideia que vai prevalecer. Eu gosto do cabelo comprido é giro e tal, dá para fazer vários penteados, mas senão tenho tempo ou é pitote ou então não sei. Depois as pontas secas, finas ficam sem forma. Fico chateada. E por isso acabo por voltar aos curtos, até porque no fundo acho que é o que me assenta melhor na cara, e nos bons ainda aparece um caracol.

 

 

Basicamente estou indecisa se faço um bob curto ou curtissimo. Adoro o da Jaime Alexander, que é logo o primeiro ou então estou encantada como terceiro. 

Que acham? Que estou louca?

 

Sinceramente,

Assinatura.png

 

 

Pág. 1/3


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Copyright © The Daily Miacis