Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Com a Sieira na mão

Se há coisa que a crise trouxe de bom, embora por motivo mau não posso deixar de sublinhar isto, foi a recuperação de antigas modas, costumes e tradições. Aumentou a nossa consciencialização do consumo elevado, levou-nos a alimentar a criatividade no que toca a reutilizações, e a aceitar de novo velhos itens que ainda há uns 6 anos as pessoas ririam-se à força toda. Eu sempre fui uma fascinada em objectos antigos, ainda antes desta moda (nem vos digo o que encontrei no outro dia, estou mesmo aflita para vos mostrar quando estiver boa). Mas aí está, dantes chamavam-me parola. Agora dizem "É mesmo engraçado não é?" (como as nossas opiniões mudam facilmente). Sendo uma orgulhosa Vianense e minhota, cá em casa não falta a toalha com os desenhos tipicos do lenço do namorado, a toalha com o galo de Barcelos já existiu, tenho a minha bolsa à lavradeira, e os lenços. E mais uma quantidade de objectos tipicos. Mas faltava-me algo que tive quando era pequerrucha, e que agora voltou à baila aos poucos e poucos: a sieira de junco, a saca de ir ao mercado como eu digo.

IMG_9980IMG_9979Eu comprei em tamanho mini, mas honestamente acho que vou comprar o tamanho grande também. Acho-a mesmo pitoresca, engraçada e um pedaço de tradição e história que levo na mão. Não é uma bolsa que leve para todo o lado, aliás ainda só a usei uma vez, e por várias razões: se chove não vale a pena levar, como não tem fecho temos que estar mais atentas, e não combina com tudo. Mas gosto dela e está pronta para quando a quiser usar. Quando for para algum lado pintar, talvez seja esta a minha bolsa para levar os pincéis e todo o resto do material. Em tamanho grande também dá para ser utilizada como uma cesta para piquenique, ou mesmo para ir às compras uma vez que agora com a falta dos sacos de plástico, utiliza-se outras vias. Eu ainda hei-de ter uma cesta daquelas que abrem dos dois lados como as da Anita Picnic, que tenho uma fixação desde sempre, mas um dia uma delas será minha.Sinceramente,Sofia G.

D.L. 2015 #5

50

Life everlasting: The animal way of death, by Bernd Heinrich

Comprei este livro depois de ter lido uma critica muito boa no blog "The Dragonfly Woman", mas guardei-o na altura na estante porque estava a ler outras coisas, e entretanto foi ficando guardado e guardado e guardado. Até agora.Demorei algum tempo a lê-lo, não por causa da língua, mas porque tinha bastante factos que eu ia sempre verificar (curiosidade de bióloga).Não é um livro técnico, e também não o catalogo como um livro de divulgação cientifica, mas devido ao tipo de informação que possui é nesse campo que este livro pertence. O livro até poderia ser considerado de auto ajuda, porque ele começa com uma pergunta e todo o livro é uma revisão de como o tema da pergunta é resolvido ao longo do planeta em que nós vivemos, e no fim deixa-nos a pensar como resolveríamos caso alguém nos colocasse essa pergunta.O escritor, Bernd Heinrich, recebeu uma carta de um amigo e colega de trabalho que lhe foi diagnosticado uma doença e ele sabia que mais tarde ou mais cedo iria morrer. Mas como ecólogo e entendedor do que é a vida e como devemos respeitar o que nos rodeia, não queria ser enterrado de acordo com o estipulado nos enterros convencionais. E ele pergunta ao amigo que sugestão lhe dava. O  escritor então percorre ao longo de vários ecossistemas e situações, que ele próprio presenciou, como a morte é vista no mundo animal: não um fim mas um novo inicio, pois pertencemos a um ciclo. Nós humanos, que somos quase uma excepção ao ciclo natural da Terra em vida, pois nem temos predadores (quando morremos "caçados" por outro animal é por acidente...) mesmo em morte somos excepção. Interrompemos o ciclo de renovação.É um tema controverso, que me levou a várias discussões. Nós humanos, precisamos de saber que aquela pessoa que morreu está ali, mesmo que inanimada. É uma relação de "porto seguro". E por isso faz confusão, principalmente quem é religioso,querer fazer parte do ciclo natural da vida. Este livro ainda teve um impacto maior em mim pois quando o estava ler, foi quando o meu Prince morreu. E o que me fez pensar que tinha ali uma hipótese de lhe dar uma segunda vida, se eu não seguisse as vias normais. E foi o que fiz.O escritor, apresenta-nos vários cenários e várias histórias: desde escaravelhos no Maine, a escaravelhos em África; corvos e raposas no Maine; carcaças de Baleia; como a morte de uma árvore é importante que se mantenha no sitio onde caiu. Aconselho a lerem este livro pois tem bastante informação, e não recomendo porque sou bióloga e acho interessante, mas como pessoa, acho que nos dá uma boa perspectiva da variedade de vida, que temos neste mundo, e que devemos respeitar.Adicionalmente, foi dos poucos livros de divulgação científica que no final tinha: uma lista de recomendações de outros livros sobres os vários temas que ele falou; os artigos e livros que ele leu para a preparação do livro, e um glossário.Eu em português não o vi traduzido ainda, eu comprei na minha sempre Book Depository, aqui. Acho que até a própria e contracapa chamam a atenção.11141299_481511385338138_4884935056440202847_nSinceramente,

Sofia G.

Sophie's Choices: Movies list for 2014

Então é um novo ano que começa e diga-se de passagem, um ano com muitas boas estreias no cinema. O cinema com os preços que se praticam nas bilheteiras é um luxo, e se for um shopping que se pague parque pior ainda. Mas ainda assim há filmes que vale bem a pena o dinheiro para ir se ver. Como o caso de um "The Hobbit" por exemplo, vale bem o dinheiro para ir ve-lo ao grande ecrã.
Este ano prima por sequelas, mas também tem os seus filmes únicos, e com bons nomes e bons enredos.
Aqui deixamos a lista. Não fizemos nenhuma montagem porque, os posters já não são oficiais nalguns casos, e para se ver todo o pormenor, para mais tarde ser fácil de reconhecer.
Jupiter Ascending 
Edge of Tomorrow
Captain of America 2 Winter Soldier
I, Frankenstein
Noah
X-Men: Days of Future Past
Pompeii
Transcendence
How to Train your Dragon 2
Grace of Monaco
Muppets Most Wanted
Divergent
Rio 2
The Amazing Spider Man 2
Godzilla
The Monuments Men
Malificient
Dawn of the Planet of the Apes
Saving Mr. Banks
Vampire Academy
Qual destes títulos querem ver? :)
With love,
Sofia G e Sofia S

BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Copyright © The Daily Miacis