Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Daily Miacis

Como e Porquê - Oferecer Livros | Natal 2017

wedding.png

Quando li sobre a tradição natalicia dos Islandeses, ficou em mim o sonho de como gostaria que essa tradição existisse por aqui. Essa tradição é o chamado "Christmas Book Flood" em que na véspera de Natal, eles oferecem livros a outras pessoas e nessa noite ficam acordados a ler um livro. Para mim é uma tradição linda: estar ali na paz da casa, no quente, depois de um convivio bom com a familia, a ler uma história que nos acalme a cabeça.


Este ano, como não andava muito inspirada e nem com muito tempo, para procurar presentes especifico para cada pessoa, pensei "É este ano que vou praticar o Christmas Book Flood". Então decidi, este ano vou dar cultura aos outros, vão dar outras vidas a outras pessoas. Já tinha esta ideia há umas semanas, e o Black Friday na Wook ajudou me bastante (isso e comprar os primeiros livros para o desafio 365 dias com Poirot e Marple). Comprei livros para (quase) todas as cabeças na minha lista de presentes - incluindo eu. Existem algumas excepções: porque sabia o que ia dar e sei que o livro para elas têm pouco valor. Ou era algo específico ou então não dava um presente, dava algo para elas encostarem num canto. E qual é o meu moto? "Nunca oferecer por ter de dar".

 

Só tem vantagens oferecer livros:

  • É cultura: seja de que tema for, estamos a oferecer cultura, e conhecimento. Só isso dá um valor insubstituivel ao presente.
  • O livro nunca sai de moda: nunca vai estar demodé a capa ser castanha,  ou não ter franjas, ou ser pequena.
  • O livro não tem garantia: porque sem muito trabalho, dura uma vida.
  • O livro nunca deixa de ter utilização: quando acabas não fica inoperável como um batom, um frasco de perfume ou um collant rasgado. Podes guardar e voltar a usar, vezes sem conta. 
  • Facilmente personalizável: encontramos livros para todos os gostos, mesmo os mais refinados, nalgum canto da internet existe um título que responda àquele gosto. Gostas de história? Tens história de literatura, história de mitologia, história história. É só escolher.
  • Preços para todos as carteiras: o mesmo livro com o mesmo título pode ter uma edição de 10, como de 20 ou de 30 euros. 
  • Fáceis de embrulhar: não tens jeito para embrulhos? Os livros são da coisa mais fácil, isso e caixas de chocolate (excepto aquela pirâmide da Ferrero Rocher, quando trabalhei no balcão de embrulhos era o meu némesis).
  • Ofereces sentimentos: ofereces memórias, ofereces sonhos, ofereces esperança, ofereces amor, medo, emoção. Tudo isso num livro.
  • Não precisam de pilhas: sabem quando damos um objeto que para funcionar é preciso pilhas e no Natal não têm nem uma pilha em casa e está tudo fechado? O livro pode ser utilizado no momento em que é aberto.
  • O livro não tem opções errada: não existe o problema de ser tamanho S ou L, ou cor amarela ou preta. 

 

Será que vos dei razões suficientes?

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

10 comentários

Comentar post


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

Mais sobre mim

foto do autor


BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA


Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis