Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Daily Miacis

DIA A DIA // Relatividade do tempo diário

Sou uma criatura de hábitos. Houve uma fase que pensei que era supersticiosa porque repetia sempre os mesmos processos quando pensava que me davam sorte no dia a dia. Mas com a idade, e como diz bem a Lei de Murphy, se alguma coisa tem de acontecer de mal, acontece independentemente se eu como com um garfo azul, ou bebo antes de comer. Por isso conclui que sou é mesmo uma criatura de rotinas e hábitos. Ainda assim sou uma pessoa que gosta de trocar rotinas por outras rotinas e renovar as rotinas. Mas isso já é outro assunto.

 

De uma forma ou de outra, a nossa rotina diária acaba por se resumir em acordar, trabalho, casa, dormir. Isto é os intervalos de tempo certo? Adiamos muitas coisas para fazer nas folgas ou fim de semanas, para nos momentos entre o trabalho, descansar e porque, geralmente usamos a desculpa "não tenho tempo". É mentira, o tempo fazemos nós. 

 

b2eebc80264d34c73bd8f25ec1aed527.jpg

 

Com a ansiedade, quando comecei a fazer o re ajuste de certos processos diários que eu fazia, como a criação de hábitos de sono, reparei que muito do problema advinha de, chegar do trabalho, banho, jantar e alapar o rabo no sofá a ver séries ou um filme. A verdade é que esta rotina diariamente, não é boa, pelo menos para mim não funciona de todo. È uma rotina  básica sentar e olhar para um ecrã dá azo a muito tempo para pensar. Nada bom para quem sofre de ansiedade. Para além disso, chegava ao final da semana, analisava o que fiz e parecia me, primeiro que a vida não valia muito porque era trabalho casa, casa trabalho, e segundo que não fazia nada da vida para além de trabalho, que para mim, é triste. Triste até porque muito do meu problema era não me identificar com o trabalho tendo em conta que o meu sonho era mesmo ser bióloga.  Aceitado que a vida é mais do que isso, também conclui que a diversidade no dia vai melhorar a minha forma de estar com a vida. 

 

O blogue, ler, e trabalhos manuais, fizeram não só que a minha ansiedade melhorasse como me fizeram recuperar mentalmente, e melhoram o dia a dia. A relatividade da distância entre uma saida do emprego até a entrada seguinte, faz com que a passagem do tempo pareça maior e que a vida foi melhor aproveitada. Uma caminhada sem contar, ler, fazer um bordado, bullet journal são grandes aliados neste aumento do tempo. A diversidade das tarefas e quantidade, aumentam a relatividade de dia para a dia. O truque é mesmo fazer um pouco de cada coisa, como ler umas páginas do livro e ver um episódio da série que seguem. 

 

Não digo que temos de ser todos iguais, que temos todos as mesmas necessidades e disponibilidade. Mas penso que é um bom ponto a pensar, porque é o tempo livre que nos define porque é onde somos nós. 

 

E vocês, relativizam o vosso tempo?

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Copyright © The Daily Miacis