Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Daily Miacis

Limpezas

Falta de tempo, falta de tempo... E preguiçite aguda Q.B. quando paro! Tudo isto resulta em não vir aqui regularmente.E porque até a única coisa que me passavam pela cabeça ou era falar de identificação de espécies animais ( nada porreiro pah!) ou então como analisar a sequência comportamental do gato ( mt seca, uma vez que no nosso trabalho não tivemos padrão xD ). Ou podia falar no mundo Marvel, e revistas BD mas isso é outro assunto para outro dia.Mas aqui estou eu hoje, porquê? Porque resolvi procurar umas coisas, e quando dou por mim estava a fazer uma limpeza aos meus cantos escuros do quarto cheios de lixo. E, é sempre nessas alturas que nos dão nostalgia. Eu já faço de proposito. Não, não sou porca, mas quando faço limpezas a fundo, nunca é totalmente a fundo, porque nunca faço todas as partes ao mesmo tempo, para de vez em quando, quando volto a limpar (re)vejo coisas que já nao via há muito tempo!E hoje passou isso, e coisas que nos poem envergonhados, outras que nos deixam contentes outras que nem sabemos como guardamos aquilo ![caption id="attachment_235" align="aligncenter" width="490"] O meu entretimento numa aula de Português, e como podem ver, na época de Natal[/caption][caption id="attachment_231" align="aligncenter" width="490"] Fotos tipo pass que tirei quando nasceu a minha prima Andreia, e quando estava no Ballet. Foi das ultimas vezes que vesti aqueles fatos.[/caption][caption id="attachment_236" align="aligncenter" width="490"] Um CD que me deram quando andava na fase do Fantasma da Òpera![/caption][caption id="attachment_233" align="aligncenter" width="490"] Este nem me lembro de onde é[/caption][caption id="attachment_234" align="aligncenter" width="490"] Este desenho foi o meu pai que o fez, bem como a história foi contada por ele. Foi quando eu queria na primária criar uma revista ambiental, e queria que tivesse uma parte de contos. Já naquela altura o meu lado biólogo me estava inerente[/caption]E depois encontrei este poema que por acaso é o unico que não me lembro quando escrevi nem porque mas parece uma música.ContinuamenteO mundo não me largaOu é eu que não o que largarA Lua não me falaE o Sol não me sorriO mar vai-me deixandoE eu fico por aquiSe corro demaisFico cansadaSe fico presaNão me sinto amadaPara onde me viroO mesmo problemaOnde eu me escondoO mesmo dilemaPercorro a minha vida continuamentePois o meu Mundo cabe nas minhasDuas mãosFado cegueiroQue não me menteAlma inquietaQue prefere o caosNada brilha no meu caminhoApenas a minha luzA sombra não fica comigoFico sempre a sós.A minha maior contradiçãoÉ apelar por um meio termoPoisA minha maior perfeiçãoÉ ser um extremo.E, depois de ver isto e muitas mais coisas que tenho por aqui, dá-me uma nostalgia....Até á próxima!

BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

Mais sobre mim

foto do autor


BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA


Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis