Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Daily Miacis

O que tenho lido #16 + 365 dias com Poirot e Marple

29027248_2089243291104086_6698405121958608896_o.jp

Vamos ao segundo dia seguido de review de livros de Agatha Christie. Hoje falo de " O mistério do Comboio azul", em que o Poirot volta a resolver um homícido aparentemente simples.

 

Resumo:

Ruth recebe do pai, um milionário americano, uma extraordinária jóia que encerra “um rasto de tragédia e violência”. Embora seja avisada de que não deve transportá-la para fora do país, Ruth decide levá-la consigo quando parte para Nice a bordo do famoso Comboio Azul. A notícia do seu assassinato será para todos um imenso choque… e mais um desafio para Hercule Poirot.

 

Penso que até agora foi o livro em que vi mais vezes o Poirot afirmar que é o melhor. De facto mostra que mesmo sendo um herói afável, cavalheiro, que no final sempre resolve tudo não deixa de ter defeitos: a humildade caia lhe bem. Mas não vamos tirar os louros a quem o devemos, porque de facto Poirot consegue resolver tudo com uma sagacidade sem fim.

 

Mais uma vez o crime vai ter com Poirot enquanto este tenta aproveitar a vida. A filha de um milionário americano é morta durante uma viagem de comboio num crime cuja razão não sendo passional, é talvez dos planos mais complexos até agora demonstrados nos livros de Agatha Christie. 

 

O que começa com uma história que não tem ligação à história principal, e que no fundo nunca tem, acaba com uma resolução sem muita explicação. Honestamente prefiro as reuniões tipicas finais do Poirot em que senta todos e começa a desenrolar todos os factos e trazer o mistério à luz do dia, que fins como este em que ele encena uma viagem altamente dispensável, e que tem momentos sem explicação. Se todos criticaram "Os quatro grande" penso que de facto este é o pior de Agatha Christie. como ela achava ser. De facto Poirot aqui só se exibe, em várias parte deduz sem grandes factos e só se safa por causa da grande sorte que costuma ter. 

 

Penso que o que torna este livro marcante é por causa da personagem da história paralela, que é a dama necessária nestas histórias. O carisma que ela tem, cria em nós empatia por ela mesmo que não tenha importância para a história principal e nem é importante na resolução do crime. Penso que Agatha Christie tentou criar aqui um confidente feminino para Poirot. Mas uma vez que era uma personagem cuja caracteristica principal era ser muita reservada eram quase sempre monólogos.

 

A parte mais inteligente deste livro, que era a complexidade do crime pois tem algumas reviravoltas, foi dita de forma tão superficial, que acaba por perder um pouco o impacto. Por isso não gostei muito deste livro de Agatha Christie.

 

Esta semana começa o seguinte livro "Crime no Vicariato", o primeiro desta listagem com Miss Marple. Para mim é uma releitura, mas não me lembro bem da resolução do crime por isso vai ser uma novidade de certa forma. 

1 de Janeiro de 2018 “ O Misterioso Caso de Styl

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

2 comentários

Comentar post


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

Mais sobre mim

foto do autor


BLOG ON FACEBOOK
Clube Companhia da Tinta's currently-reading book montage
Clube Companhia da Tinta 25 members
As várias vidas que vivemos pelos livros que lemos, é o que nos leva a participar neste clube. Ler bem e bem ler. Blog: https://companhiadatinta.blogs.sapo.pt/ Grupo Facebook: https://www.facebook.com/groups/1183466295088711/?source=create_flow

Books we're currently reading

A Senhora da Magia A Senhora da Magia
by Marion Zimmer Bradley
Start date: March 1, 2018

1984 1984
by George Orwell
Start date: March 1, 2018



View this group on Goodreads »

Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis