Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Daily Miacis

Quando os chefes são humanos

5e697d2dbaa12b917e6b62a0c6efced3.jpg

 A vida são dois dias certo? E tentamos aproveitar ao máximo o nosso tempo livre: ler, estar com a família e amigos, sair, viajar, descansar a ver TV ou num piquenique. Queremos que o tempo estica mas ele foge nos pela mão, de fininho. Quando estamos no ambiente profissional, a coisa muda. Por muito que seja algo que nos preencha, que gostamos, maior parte das vezes queremos é que passe, para chegar ao tempo de lazer. Contudo, no intervalo de tempo que estamos lá o tempo parece que não passa, e a iminência de episódios é sequencial, de tal forma que já não nos lembramos bem o que aconteceu ontem. A competição existe sempre, e é um constante embater um nos outros, a puxar por cada vez melhor cumprir a tarefa em menos tempo para mais trabalhoconseguirmos fazer no mesmo tempo de trabalho diário ( ou mais quando assim abusamos ou abusam de nós). E no fim desta linha está sempre um chefe.

 

O chefe é aquela personagem mítica como as sogras. Eu penso assim, porque há tanta lenga lenga, anedotas, e outros trocadilhos que tais, há tantas conversas e esteriótipos acerca dessas personagens que qualquer pessoa sem conhecer outra, com uma frase completamente generalista, quebra o gelo e começa a desenrolar tudo o que tinha dentro. E no entanto, como qualquer sogra, também existem bons chefes, e alguns mal compreendidos.

 

Um chefe tem que ser imparcial, e por muito que nos custe ele tem que se afastar a ponto de não confundir relações pessoais com relações profissionais no que toca nas suas escolhas diárias. E no dia a dia, embora com uma piada, uma conversar informal ali, a verdade é que a sequência de trabalho vai passando e a relação também, e daí muitas das vezes, embora possamos ter boas conversas informais, a personagem chefe começa a ganhar um aspeto diabólico. 

 

Mas quando nos apercebemos que apesar de toda a mística por trás dessa personagem, existe um humano, como é que nos sentimos? Esta ideia veio no outro dia no meu emprego. Seria de esperar que já devia ter pensado nisso até porque é uma chamada empresa familiar, em termos de gerência, e não só: o pessoal mais antigo é pilar na formação da empresa porque está lá deste os primeiros suspiros de vida. Mas quando vi um abraço meigo entre um deles e o pai fiquei assim para lá de "ó que imagem fofa". 

 

Penso que eu por vezes possa até ser formal ou fria demais porque estou lá para trabalhar, para fazer o meu melhor ( e por vezes ainda me atrapalho mais porque quero fazer tudo e mais e não dá) e chegar rápido ao final do dia para ter tempo para mim, e acabo por não mandar a piada para ali, ou uma conversa ali. Mas perceber que eles também têm afeto e são humanos, dá nos aquela ideia que afinal eles são gente como nós. 

 

Pode parecer uma conversa talvez ídilica, ou infantil nalgum aspeto, porque estou a dizer que não são gente. Não estou a dizer que eles nem mereciam respirar o mesmo ar que nós, e que são robots autênticos no contexto sentimental, até que eu apesar de tudo, e de ter de lidar com injustiças a vários níveis, não me posso queixar. Mas em termos de ornograma profissional a coisa tem que ser mais formal, e facilmente nos esquecemos que somos gente, e não uma peça de roldana que faz a máquina trabalhar. Para mim perceber isto fez me sentir mais respeito por eles, mas a verdade é que até que pontos nos faz sentir mais próximos e quebrar aquela barreira em que temos de excesso de confiança e abusamos? 

 

Qual a vossa opinião? Começo uma semana laboral a falar de chefes, devo andar mesmo inspirada. Ou, ando é mesmo a suar trabalho pelos poros. Maio é um mês tão complicado. Quando é que chega mesmo Junho, e a Feira do Livro??

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

Mais sobre mim

foto do autor


BLOG ON FACEBOOK
Clube Companhia da Tinta's currently-reading book montage
Clube Companhia da Tinta 25 members
As várias vidas que vivemos pelos livros que lemos, é o que nos leva a participar neste clube. Ler bem e bem ler. Blog: https://companhiadatinta.blogs.sapo.pt/ Grupo Facebook: https://www.facebook.com/groups/1183466295088711/?source=create_flow

Books we're currently reading

A Senhora da Magia A Senhora da Magia
by Marion Zimmer Bradley
Start date: March 1, 2018

1984 1984
by George Orwell
Start date: March 1, 2018



View this group on Goodreads »

Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis