Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

METAS ABRIL

METAS FEVEREIRO (2).png

O provérbio diz " Abril, águas mil" e acho que este Abril, não vai fugir à regra. Nós bem que nos queixávamos da falta de água, mas entre os ventos, os granizos do tamanho de berlindes, e as chuveiradas agrestes, já não há alma que não chore por um dia de sol, de calor. Quem não tem saudade de uma churrascada no jardim? De estender as pernas ao sol? Parece me que como um herói no auge da sua epopeia, ainda vamos ter muito que caminhar até ter o prémio merecido.

 

Este mês acaba com uma semana de férias para mim (oh yeah!), e com uma visita de um familiar que já não via há mais de 4 anos. Para acabar em grande era só mesmo ser acariaciada por dias de sol, jardinagem, pinturas ao ar livre, e piqueniques. É pedir muito? Melhor melhor, era ainda ter boas noticias na consulta da ansiedade. A ver vamos como corre. 

Vamos entrar no segundo mês em que vou como um relógio ao ginásio: não só porque estou a ir direitinho como manda a lei, mas porque é andar como um bonequinho de corda, é entrar vestir treinar lavar vestir e sair, entrar no trabalho e almoçar em 5 minutos. Custa? Pensei que ia custar mais. 

 

Com isto tudo estou com um bom feeling para este mês. E vocês?

 

  • Pintar aguarelas
  • Acabar plantar jardim
  • Imprimir fotos
  • 1ª caminhada na praia do ano
  • Organizar canto trabalhos manuais/secretária
  • Fazer um pic nic
  • Voltar as caminhadas de final de tarde
  • Acordar mais cedo por dia para um momento zen

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

Do curso de aguarela

29634424_2107400639288351_1728933593_o.jpg

Tinha feito mal as contas e estava crente que ainda tinha mais um sábado de aulas. Fiquei triste quando apercebi-me que o sábado passado era a última aula.

 

Foram 4 sábados muitos bons. Encurtaram um pouco os meus fins de semanas, tive que apertar outras tarefas, mas deu para tudo. E que bom que foi. Deu para várias coisas: matar saudades de passear pelas ruas do Porto, voltar a andar muito de metro, voltar a comprar material de arte e voltar a pintar. 

 

Como já tinha referido, sempre gostei de aguarela e sempre foi o tipo de pintura com que me dei bem. Acrílicos, óleo, guache, pásteis, não tenho jeito nenhum para isso. Eu sempre fui um pato de água, e isso extende-se à pintura. Cheguei à conclusão que afinal o pouco que sabia, pouco me valia porque de facto sem as técnicas bases, sem o treino preciso no base, o que fazia estava errado. Aprendi que também não tenho muito jeito e que a coisa só vai lá com: prática, prática e prática. E aprendi que quero mais disto na minha vida, e que fui uma idiota por colocar de lado.

 

As quatro aulas foram poucas para tudo que é necessário. Falamos sobre a ténica base da aguarela que é sempre do claro para o escuro, que o branco não existe que é o branco que oferece o papel. Falamos da transparência e de como montar camadas a camadas, falamos de técnicas de aguadas e treinamos, como de técnicas de pintura (humido sobre humido, levantamento de cor, etc), falamos das cores,  falamos de como nasceu a aguarela e dos vário autores desde o inicio até aos dias de hoje. Embora o tempo foi reduzido para todo o conteúdo que existe, foi eficazmente aproveitado, e foi um bálsamo para a minha alma.

 

Com pena minha não continuo por lá, mas fiquei empolgada e quero continuar a trabalhar com aguarela. Já tenho mentalizado na minha cabeça que tenho de treinar sempre todas as semanas como se fosse ir ao ginásio. E para além disso faz me bem. Muito bem.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

 

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Copyright © The Daily Miacis