Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Gel Esfoliante de Rosto Éclat Sublime da L'Oreal

Posso me aborrecer com muitas coisas, mas a minha cara não é uma delas. Aliás é um mistério: ora está reactiva, ora está oleosa, ora está na fase da adolescência, ora está seca. É uma animação e ando sempre a trocar a rotina consoante a fase em que se encontra.

IMG_0602

Numa fase em que ela estava a precisar de revitalizar um pouco, comprei este exfoliante de rosto. Vou ser sincera que comprei com receio na época, pois como tinha Vitamina C , tinha medo que a minha pele reagisse. Mas não aconteceu nada disso.

O grão do exfoliante é fino, não do diâmetro de uma areia mas pouco maior. Por isso não é muito agressivo para a pele, o que é uma valia. Depois de aplicado com água, de massajar suavemente a pele, e de limpar com água, a pele fica suave ao toque, sem algum vermelhidão, e um pouco mais iluminada graças à Vitamina C.

É um dos meus produtos favoritos de momento para limpeza facial, sendo que se for necessário uso diariamente. No entanto não é recomendado devido ao exfoliante, é demasiada agressão para a pele.

Sinceramente.

Sofia G.

Gel Redutor Térmico Frio de Menta Purple

A celulite é um flagelo que muitas mulheres têm. Com predominância genética, ou não, é algo que aparece e que ninguém gosta, por razões estéticas mas também não nos podemos esquecer por razões de saúde. A lipodistrofia ginóide, o nome médico da celulite, é uma acumulação de água, gorduras e toxinas nas células designadas adipócitos que existe na camada mais externa de gordura na derme, que por sua vez endurecem e por isso dão o aspecto tão afamado de "casca de laranja". E porque é que aparece mais nas mulheres? Porque a nossa derme é diferente das dos homens e por isso não é tão comum nos homens se ver celulite.

Os tratamentos para a celulite vão depender do tipo da mesma. De qualquer das formas tirando um ou outro cuidado, a maior parte do tratamento passa por: boa alimentação, boa hidratação, exercício físico para aumentar a massa muscular, e tratamentos estéticos, mecânico ou não . Os cremes são o tratamento mais fraco possível, mas é o de mais fácil acesso. No entanto maior parte dos cremes no mercado não tem os componentes necessários para  combater correctamente a celulite, e por isso muitas de nós desiste com os cremes.

IMG_0606 IMG_0608

Um dos tratamentos para a celulite é um tratamento por frio, de forma a congelar as células adiposas. Por esse razão decidi apostar neste creme, pelo efeito frio. Como podemos ver pela lista de ingredientes, não tem exactamente os ingredientes necessários que seria um retinóide ou metilxantinas, e tem ali pelo meio uma amina, mas o resto são quase só óleos essenciais e colorantes. O cheiro é de mentol, e muito forte. Mas o melhor deste creme é, a sensação de frio. É tão forte, que se depois de aplicar nas pernas não lavas as mãos e espalhar outro creme pelo resto do corpo, os bocados de creme que ficam na mão ao passar pelo resto do corpo, começam a esfriar o corpo todo. E não é uma sensação boa acreditem, que eu num dia quente de ter a ventoinha ligada, vesti o casaco com o frio que tinha no corpo. Como podem ver é potente e noto uma leve diminuição na celulite. Mas como era esperado não é milagroso e seria preciso para além do exercicio físico, trabalho mecânico sobre a forma de por exemplo, massagens.

Contudo penso que é umas boa opção de momento no mercado. Alguém já experimentou?

Sinceramente,

Sofia G.

Tea Tree Leave-In de Paul Mitchell

Quem me segue no Instagram, já viu que eu usei uma amostra de um shampoo e amaciador da linha Tea Tree, do Paul Mitchell. E adorei. O shampoo notei logo que lavou bem o couro cabeludo, e não me deixou o cabelo seco como normalmente me deixam os shampoos. E o amaciador foi top: deixou-me o cabelo macio, moldável, e também com um cheiro fantástico.

Como sabem fiz um corte de cabelo radical porque andava já há uns anos a pinta-lo e o ruivo nunca mais saia. E agora com as lavagens frequentes devido ao ginásio a cor abriu ainda mais, as pontas secaram mais, e então revolvi literalmente cortar o mal pela raiz, e corta-lo curtinho. Ainda assim, o meu cabelo tem a característica fantástica que quando é comprido (abaixo das orelhas) perdes os caracóis, mas acima desse ponto encaracola, e portanto assim curtinho começam a aparecer as ondas, e as pontas levantadas, o que não fica exactamente bem neste corte. Tenho conseguido controlar com o Creme para Pentear Anti Frizz da Boticário, principalmente quando o lavo e seco. Mas no dia seguinte tem dias que ele está muito desobediente. E tenho experimentado este leave-in da linha Tea Tree do Paul Mitchell.

IMG_9934

Primeiro conquista-me pelo cheiro, amentolado, eu sou dada a cheiros. Segundo, porque é sem parabenos, vegan e ajuda a manter a cor (se bem que agora a mim não me faz diferença que eu quero é livrar-me dela). Terceiro, porque este leave-in tem a particularidade que poder ser usado na pele. É verdade, dá para a pele e verdade seja dita, só usei nas mãos e fiquei com as mãos fofas.

A aplicação é em cabelo molhado, mas no entanto eu tenho usado em cabelo seco e não tenho tido problema. Coloco só uma pequena noz na mão, e consigo colocar o cabelo à minha vontade, se for demais fica já com aspecto de cabelo melado. Vi várias críticas acerca deste produto e bastantes extremistas: ou eram loucas pelo produtos, ou então diziam que ele era decepcionante e não fazia nada. Eu fico num meio termo: ajuda a modelar o cabelo e deixa as pontas macias, realiza a função de hidratação, nem deixa o cabelo pesado, mas não é miraculoso. Muitas queixavam-se que o cabelo continuava com o aspecto palha: concordo que ele não torna o cabelo com aspecto mais fino, mas no entanto quem tem o cabelo muito seco como palha o problema não é só resolvido com o leave-in, na minha opinião.

No geral, gosto bastante do produto, aliás quase todos desta linha. E penso que voltarei a comprar, pelo menos o shampoo. Ao comprarem esta linha também estão a ajudar o projeto "ReforestAction", que a Paul Mitchell apoia. Este projeto quer até ao final de 2016 ter planto 500000 árvores, para ajudar no sequestro do CO2 da atmosfera, e ajudar principalmente nas florestas húmidas do Perú e da Guatemala. E com isso providenciar os serviços ecossistémicos que essa reflorestação traz. Portanto são dois em um: estamos a tratar de nós, e do planeta.

Sinceramente,

Sofia G.


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Copyright © The Daily Miacis