Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

O meu pulso manda em mim

 

21733500_1871197506242000_2005278440_o.jpg

Quem me segue o facebook, deve ter visto que em Julho eu partilhei que eu + holter parecia daqueles senhores a fazer aérobica nos anos 80, com um walkman. O resultado do holter veio, tinha  tudo normal excepto um pico às 8 da manhã, e um alerta na descrição do exame que tinha uma aritmia cardíaca. 

 

Hipocondriaca e pessimista como sou, refiz já a vida na minha cabeça. Como senão bastasse, quando fui levantar o exame na médica de família tinha um papel com o seguinte recado " Deixar medicamento x, passar a tomar y. Falar comigo". Instalou-se o pânico. Já me estava a ver velha com 50 anos, e a fazer contas à vida, para comprar whisky do bom a ver se fazia o coração aguentar mais uns anos. Como senão bastasse, a médica entrou de férias, quando chegou estava eu de férias, e quando cheguei, ela estava tão ocupada porque a outra médica de família estava de férias, e não consegui falar. Quando finalmente se deu o encontro entre médica e paciente, foi uma risota para mim e para ela deve ter sido um episódio de "mais uma paciente tolinha na minha posse". O que é que se passou? É que de facto eu tinha deixado um recado no exame a dizer o seguinte: o pico de batimento corresponde aos meus agachamentos matinais. Sim eu quis fazer o holter porque me recomendaram devido a taquicardia, mas como estava calor não ia correr com aquilo porque descolava num minuto com o suor. Então fiz agachamentos a ver se havia muita alteração cardíaca. A médica não viu o recado logo para ela era mesmo alteração cardíaca. Depois de explicado e ela olhar para mim como " louca", não houve alteração nenhuma de medicação e a aritmia afinal não é batimentos descompassados, mas batimentos nervosos (até o coração é nervoso vejam lá!).

 

Isto tudo para dizer o quê? Andando o meu namorado a namorar um smartwatch, acabamos por também namorar as bandas fit. Depois de ler quinhentas mil reviews de milhentos relógios, fazendo uma boa relação preço/qualidade/oferta de extras, encontramos o Xiaomi Miband 2. Eu queria um relógio fit porque queria que me medisse as calorias gastas e visse o batimento cardíaco. Queria ver se o meu coração que na altura podia estar a funcionar mal, estava a funcionar corretamente. De todas as ofertas que existem, só os mais carissimos é que apresentavam sensor para o batimento cardíado O Xiaomi MI Band 2 é dos poucos (nenhum atrevo me a dizer) relógios que com um preço baixo tem sensor para o batimento. Mas o relógio faz mais que isso, e a app ainda muito mais. 

 

  • Diz as horas : Ninguém diria que um relógio fit diz as horas. Não só diz as horas como, diz o dia em que estamos, o dia da semana,  também pode ser colocado um alarme.
  • Analisa o nosso sono: ao dormir com a banda, o relógio analisa se dormimos bem.  E dá pontos! Quanto mais cedo, quantas mais horas dormimos, e quanto mais sono profundo tivermos, mais pontos temos. E faz análise de como nos sentimos conforme as noite que tivemos (na app).
  • Conta os passos que damos: faz a contagem dos passos que damos. É tão simples quanto isso.... Ah! Podemos ter metas diárias. O recomendado é 8000 passos de acordo com a organização mundial da saúde.E é essa meta que tenho. E sabem o que é triste? É que realmente eu por dia não ando quase nada. Vida de office dá nisto. Tenho que ir dar as minhas caminhadas e mesmo assim muitas das vezes não atingo os 8000!
  • Conta as calorias: ok contas as calorias supostamente conforme as atividades que fizemos e os passos. Eu nesta parte não tenho muita confiança sou sincera.
  • Conta o batimento cardíaco: sim conta, e realizei que costumo ter o batimento cardíaco baixissimo. Ninguém diria isso de mim.
  • Avisa-nos para levantar a peida: quando estamos uma hora sem mexer ele diz que temos de nos mexer.
  • A app faz a magia: analisa o sono, dá para escolher atividades e analisa como foi a actividade (até diz conforme o batimento cardíaco o tipo de gasto calórico que tivemos), dá para ver o nosso historial, entre muitas mais coisas, quanto combustivel poupamos conforme o que andamos, quantas vezes fizemos streak ( ou seja fizemos a meta diária seguida), etc.

 

Como senão bastasse, ainda dá para comprar braceletes, e trocar conforme o oufit!

 

Têm na gearbest, e na nova atalho, caso estejam interessados. Eu fiquei rendida.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

Botton up!

Em Fevereiro entrei para o ginásio, o Solinca Viana do Castelo, por várias razões: para aliviar a minha ansiedade permanente, pela estética e pela saúde. Não são assim tantas razões, nem necessariamente por esta ordem, mas são razões que pesam muito, pelo menos para mim. E embora não esteja a ter o resultado na balança e na percentagem de massa gorda que eu desejava (isto já é outro assunto que me têm dado a volta à cabeça), gosto de ir e de me esforçar.Com a rotina contínua, e principalmente nos dias de chuva que tem havido, começou a haver o problema de não ter roupa suficiente. Nunca fui de vestir para o ginásio como quem vai para a passarelle, ás vezes até me sinto mal vestida, mas aquilo é para estar ali a trabalhar o corpo e a mente, a suar, e para estar confortável, e não para ver quem é que está melhor vestido. Mas também tenho que dar o braço a torcer, que há roupas e roupas para o ginásio que fazem toda uma diferença. Roupas e sapatos, que eu no meu caso então é um caso difícil, mas consegui encontrar uns ténis perfeitos que parece que estou no ar.Voltando ao assunto em questão, precisava de mais roupa e então, na Botton que existe no Vila de Conde Style Outlet, resolvi o assunto. Já conhecia a marca há uns anos, tendo já adquirido umas calças de treino, mas entretanto a loja onde a comprei fechou em Viana, e só depois mais tarde é que abriu no Outlet. Gosto bastante da marca, e porquê? Primeiro é a primeira marca portuguesa de Fitness e temos que gostar e apreciar o que é nosso. Segundo gosto muito da estética da roupa deles, sóbria, nada de muito afloreados, e tem cores para todos os gostos. E, faz sentir uma pessoa bem porque do XS ao M é tudo tamanho único! Isso não implica que eles não tenham outros tamanhos superiores que têm, no entanto na loja de Vila do Conde é tudo único. Terceiro, a relação qualidade/preço é muito boa na minha opinião. Não chega a uma Nike nem a uma Susana Gateira em termos de preço, mas a qualidade não fica atrás na minha opinião.

IMG_9922 IMG_9924Comprei estes corsários que estavam em promoção no Super Promo Day do Vila de Conde Style Outlet, gostei da cor, do corte e ajustam-se muito bem as minhas pernas mas não o suficiente para se ver os defeitos (hummm...). Tenho as usado para Power Jump que é a modalidade que faço sempre que posso para não ser sempre só máquinas e são seguras o suficiente para não me escorregarem na cinta em cada salto. E para além disso, fiz o cartão, que para além de dar descontos especiais, permite que caso precise de um arranjo nas calças fazem de graça, o que é uma vantagem na minha opinião.

Sinceramente,Sofia G.

BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Copyright © The Daily Miacis