Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

Das aventuras borbulhosas

cfdaf31d64a1af80c82664334eec0cbe.jpg

Sempre tive algum acne mas nada demais, tive crises na adolescência que é normal e depois uma borbulha ou outra, tudo normal. Há uns 3 anos, mais coisa menos coisa, a coisa estourou! Começou de uma forma suave a aparecerem cada vez mais borbulhas, começou só a ser na zona do queixo, depois queixo e testa, depois queixo, testa e bochechas. Até que começei a ver as costas e o peito todas pintadas. Aos poucos a pele nem tinha tempo para recuperar e as marcas eram (são) muitas e depois de vários despistes resolvi ir a um dermatologista.

 

Pensam vocês, que idiota porque não foste logo ao especialista da pele? Porque, estando relacionada com um estado de ansiedade e problemas menstruais, supus inicialmente que podia ser ou intolerância alimentar a certos alimentos que já vi que não sou, ou então hormonas, que já vi que não são. Pílulas? Tomei-as aos molhos, já foram algumas que experimentei  e uma vez que tenho outros problemas relacionados com a regulação menstrual tinha que tomar um pilula indicada para isso que por sua vez era a pilula menos indicada para o controlo das borbulhas. 

 

Relativamente ao problema mentrual resolvi parando de tomar a pilula, mas isso é outra questão que posso falar noutro post, porque também tem panos para mangas. As experiências foram algumas.... As borbulhas? Bem não era hormonal, não era a comida e a ansiedade já tinha desaparecido há um tempo, tinha que ir a um dermatologista ver qual seria a hipótese dele. E a resposta foi: ideopático. Ou seja: origem desconhecida que é normalissimo na questão do acne. Como tal, parece que é normal nas mulheres na casa dos 30, estou a fazer um tratamento para o acne. Não bastava a adolescência com o trauma que é , e agora que chegamos àquela marca que nos faz sentir adultas mesmo que não queiramos e não no sentimos, temos que levar com a porra das borbulhas. Ou tenho, pelos vistos não é para todas.

 

Tive que fazer um tratamento muito contra a minha vontade, tomar um antibiotico durante um tempo prolongado e um creme próprio. Está a surgir os seus efeitos é verdade, noto isso principalmente na cara. Estou à espera de ver como será quando acabar, pois tenho receio que elas continuem a aparecer. Pelo menos deu para ter sossego na cara durante umas semanas porque já se tornava desesperante. Já nem falo na questão estética, falo nas dores. Que mulher não sabe o que é a dor de uma borbulha, levante a mão porque é abençoada!

 

Daqui a um mês penso que terei alguma resposta, e vamos ver como o corpo reage. Até lá, o que me consola é que peles oleosas não envelhecem tão depressa.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

 

A dieta do Marshmallow

d677dee7015bde86cf1c496bc763dc7b.jpg

Janeiro foi um bom mês. Finalmente ingressei corretamente numa boa dieta baixa em carbohidratos. Eu já fazia isso mas Janeiro foi mais o mês dos ajustes: não houve um dia "não" a meio da semana, ou "um só hoje",  ou "não me preparei". Correu tudo direitinho a balança foi descendo mas depois lá subiu. No total perdi um quilo, embora que desde o Natal, tive por duas vezes com menos dois quilos. Mas tem dias que tenho mais um quilo, pesando me sempre à mesma hora. E não, não está relacionado com questões hormonais porque aumentei de uma dia para o outro um quilo e demorei uma semana e meia a voltar a perder um quilo completo.

 

É frustante porque não passo fome é verdade, mas tem dias que custa principalmente quando no trabalho nos assediam com bolos, ou em casa com um arroz branco daqueles como eu gosto. Para mim uma dieta muito mais que uma questão de estética, é preciso muita disciplina mental, porque temos que estar a desviar dos outros e de nós mesmo para não termos fraquezas.

 

O ginásio não correu tão bem como eu queria porque, me custa um pouco. Para além de me custar manter o ritmo, não quero ficar muito acelarada para não perder o sono. Então tenho que arranjar um bom equilibrio.

 

Gostaria de dizer que estava a ficar boa como o milho, mas ainda me falta muito, ainda estou na operação marshmallow: branca e gordinha. 

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

Inspiration // Braids

Se há coisa que eu adoro para pentear o cabelo, são tranças. 

 

Seja que estilo ou mais boémio ou mais hippie, ou mais sedutor, tranças é um must have  nos meus penteados.  Dá um desenho engraçado ao cabelo como à cabeça. Dá para usar desde cabelo curto (não muito curto) até cabelos longos. Dá para misturar com acessórios no cabelo. Dá para penteados clássicos, como festivos, como contemporâneos. E temos vários níveis, como trança unica ou desde os trabalhos mais complexos em que quase fazemos crochet com as tranças.

 

Contudo, para a minha pessoa não consigo atingir os mais complexos, e de manhã quando acordo  não tenho muito tempo. Por isso estou sempre à procura de soluções rápidas e engraçadas. Deixo-vos aqui algumas sugestões.

2cdfa5dbb343e713639f668085133256.jpg

 

080281feeec59c12e8f62643b9f7099b.jpg

 

b4945f0b41808078437a59fa69114133.jpg

 

ba7615ff249ccb41bd121985cc9a370e.jpg

 

f12c62e8f7a11392098e2aea6d9eaf9d.jpg

 

Há um penteado com tranças que ainda não atinei por nada deste mundo , que são as tranças à boxer. Alguém consegue por aqui?

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Dos projetos bonzões | Sensitea

Viana  é uma cidade que pode não ter muito, mas há uma coisa que tem para dar e vender: pessoas com bom gosto e resiliência. Não é coisa fácil abrir negócios de porta aberta em Viana. Para além de imensa burocracia, como preços exurbitantes, existe o zum zum zum do diz que diz, e as ruelas vazias em 75% do ano.

Por isso Viana transforma-se numa cidade com pouca variedade de negócio diferente, ronda quase tudo o artesanal todo virado para os desenhos de Viana, e pouco mais. Temos algumas lojas de roupa, quase todas do mesmo género e sapatarias. Lojas diferentes é raro. Mas de vez em quando aparece alguém, com boas ideias. Uma foi a Conto de Fadas, que é um conto de fadas literalmente aquela loja. E agora apareceu-me uma loja, que poderia dizer que era o sonho de um negócio criado por mim. Quem me conhece sabe que sou uma fanática por ervas e curiosa por terapeutica medicinal tradicional. E por isso, uma loja a vender chá como deve ser, de boa qualidade a granel, é um sonho.

20294376_120831621871790_3215410634168126401_n.jpg

 

Sensiteas, é o projeto de que vos falo. Temos uma loja cheias de frascos dourados, em cada um dele esconde um tipo de chá, cada um melhor que o outro. Temos petunia roxa, temos a tradicional camomila, lucia lima, temos botoes de rosa, temos o chá verde japones de 3 anos e de 5 anos. temos o chá verde chinês, temos marrakesh mint, temos infusões para a concentração, para a ansiedade, para a digestão. Temos chá ceylon, english breakfeast. 

Mas a maravilha desta loja não se fica por chás, temos todos os apetrechos ligados ao chá como bules, frascos para guardar o chá. Temos sabonetes artesanais feitos com as ervas biológicas. Temos vários tipos de especiarias também vendidas a granel.

Tudo isto aliado a quem vos sabe explicar o porque daquele chá, daquele sabor, de como foi colhido e manipulado, e como isso contribuiu para as sua qualidades.

Nem sei mais que vos possa dizer. Para mim entro naquela loja e dá me vontade de experimentar tudo e levar tudo comigo.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

Mais sobre mim

foto do autor


BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA


Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis