Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

METAS AGOSTO

METAS FEVEREIRO (2).png

 

Isto é que é o topo da organização Sofia, publicar o post das metas quase em plena metade do mês de Agosto. 

 

Mas é isto que eu tenho ultimamente, é para quando dá. E eu prefiro mais tarde que nunca. 

 

Agosto, é para quem me conhece e não conhece, o mês das festas da minha terra, que me viu crescer, as festas da Senhora da Agonia. Aquela festa que é um marco do ano como é o Natal ou o aniversário. Não falha, tem que se lá estar. Faz parte das almas do Vianenses, e quando não se pode, é um vazio como se aquela parte do ano não tivesse existido A chieira é-nos grande, mas temos tanto orgulho nela e queremos mostrar. Por isso sei que neste mês, 4 dias são mesmo é para Romaria, e que não é agonia nenhuma!

 

O tempo de Verão parece que vem este mês não é? A minha esperança é que se mantenha até Setembro, porque quero bom tempo para as férias. Ainda assim, antes de pensar em férias, tenho que pensar em organizar as coisas. Se há coisa que odeio é ir para férias e deixar assuntos pendentes. É que depois nas férias parece sempre que temos a sensação que deixamos alguma coisa de importante em casa.

Quero ganhar força e absorver este tempo tão bom, fazer reserva, porque parece que não (e que a minha avó não me ouça porque já pareço ela) o Outono está aí à porta.  E quero aproveitar tudo enquanto posso.

 

As metas são:

  • Participar nos cortejos da Senhora da Agonia (mas isto nem se punha em questão)
  • Fazer tapetes na festa da Senhora da Agonia
  • Ler para o book bingo leituras ao sol 2 (não posso arrastar muito mais o the reader's of Broken Wheel recommend)
  • Nos dias mais calmos caminhar com o Chewie na praia
  • Ajeitar as estantes para colocar os livros da BD da Disney ( faz parte do Organize a sua casa do projeto da Cláudia)
  • Arrumar as ervas para fazer chá no Inverno.

 

Provavelmente à mais coisas, mas isto vai se mesmo é ajustanto o passo à medida que caminhamos.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

 

 

Os meus livros conforto

Existe a comida conforto, onde vamos buscar memórias de cheiros, sabores, e as nossas pupilas gostativas com o seu deleite, informam o nosso cérebro que está tudo bem. 

 

Mas, para mim, também há livros conforto. São aqueles livros que procuramos quando precisamos de um abraço, quando precisamos de "falar" com pessoas que já não viamos há um tempo, reviver bons momentos, embrenhar-nos nesse mundo e sentirmo-nos em casa. Acho que é a sensação de pertença, que nos dá esse conforto. São aqueles livros, que lemos vezes sem contas, que já sabemos algumas frases decor, as personagens como a palma da mão. Ainda assim, há sempre um momento que nos escapou, sempre uma frase nova que nos surpreende e nos preenche. São aqueles livros que estão na estante e têm um aspeto mais gasto que os outros, as pontas mais dobradas, e as páginas fartas de serem viradas, mas sempre numa posição preveligiada, para ser mais rápido de tirar da estante.

 

São aqueles que nos dão conforto.

 

Tenho poucos mas valem por muito. Foram os meus ombros nas horas tristes, os meus companheiros quando me senti mais sozinha, que me fizeram rir, e que me dão nostalgia.

 

O Senhor dos Anéis

37763142_2279148748780205_8594626238180491264_n.jp 

Não preciso de alongar e dizer que estou a adorar a leitura partilhada que estamos a fazer neste ano, desta trilogia! Decidi que vou instituir, para o meu bem, como leitura obrigatória anual. Não vos consigo explicar, nem em desenho nem em palavras, o conforto, a felicidade, o bem estar que me dá quando leio as aventuras do Frodo, do Gandalf, Aragorn, Pipin e Merry, Faramir, Eowyn... J.R.R. Tolkien consegue criar um escudo à minha volta em que sou só eu e a Terra média. Li este livro, como já disse, a primeira vez numa aposta, ainda na época do liceu, onde apostei que lia mais depressa que outro rapaz que dizia que era dificil de ler. Li rápido, o que fez com que eu não estivesse com muita atenção a certos pormenores, mas adorei todos os capitulos e páginas. Agora, quando releio, descubro sempre algo novo, e lindo.

 

Livros banda desenhada Senhor Patinhas

 

37776230_2279148652113548_2686319533307723776_n.jp

Estes livros são aqueles que me dão uma sensação de nostalgia, das memórias de infância, de momentos quentes e felizes. Sim tenho quase 30 anos, mas ainda vou muitas vezes à minha caixa de plástico  e pego num livro ao acaso (porque mesmo depois das obras não consegui arranjar um sitio decente para eles - não os quero num sitio exposto). Consigo me rir várias vezes com o azar do Donald, e a teimosia do Tio Patinhas. Já sei muitas histórias decor, mas não me importo de reler. Pode ser uma leitura infantil, que é, mas que mal nos faz ler coisas deste género? Nenhum, só nos faz relaxar, e até abstrair a cabeça. Só nos faz lembrar, como as coisas mais simples e inocentes, ainda nos captam o coração. Não consigo evitar de ficar empolgada com o sentido aventureiro do Tio Patinhas e as aventuras todas que acontecem por várias culturas: celta, Maias, Indios, etc.

 

Harry Potter e a pedra filosofal

 

37908876_2279148628780217_9021222855538376704_n.jp

Poderia referir a colecção inteira, mas a verdade, é que o primeiro livro tem aquele impacto em mim, que os outros não têm. Ainda me lembro de estar na livraria com a minha avó um pouco aborrecida, mas que no final ela me deu o livro porque era perto dos meus anos. Penso que naquele meu momento juvenil, foi dos livros que li mais rápido.Harry Potter acompanhou me durante alguns anos de crescimento, como a muitos leitores que seguiram a colecção afincadamente. Para mim, Outono, Outubro, é tempo de ler este livro.

 

Colecção Astérix

 

37897163_2279147405447006_1629796430765883392_n.jp

Estes livros têm muito significado para mim pois já me reconfortaram muitas, muitas noites. Já me ri tanto mas tanto, e ainda assim, muitas das vezes, releio aquela frase e ainda me rio. É um comic que consegue abrangir várias idadas, e as piadas apresentam  várias camadas, e com 8, ou 80 anos conseguem perceber facilmente. Penso que não preciso de falar muito, porque.. é Astérix. 

 

"Eu quero escrever uma história de amor" do Clube das Amigas

 

Eu já nem me lembrava bem do nome deste livro pois infelzimente já não tenho o meu exemplar. Li este livro numa noite, e consegui me identificar tanto, absorvi tanto a história, e tendo em conta que, desde sempre nunca fui muito apaixonada por histórias de romances, este livro conseguiu chamar-me. Talvez seja porque se passa no Natal! Gostei tanto, que li esse livro novamente na noite seguinte, porque gostei tanto da história que queria mais daquilo, queria ler mais.( se alguém tiver esse livro por casa e pesar, eu aceito!)

 

 

Menções Honrosas

 

Estas menções são os livros que, mesmo não tendo lido mais que uma vez, sempre que os vejo tenho boas memórias. São quase todos de fantasia!

Guerra dos Tronos que me lembra sempre uma boa época da faculdade, Inkheart porque é lindo, lindo, lindo, Mundos Paralelos, porque foi talvez quando li um livro com uma personagem feminina tão forte e eu adorei, woman power! O diário da nossa paixão dos poucos livros de romance que li e amei sem sentir me lamechas.

 

Não são grandes clássicos, nem nomes muito sonantes para a maior parte, mas são os meus, que me criam os pequenos traços da Sofia.

 

Quais são os vossos livros conforto?

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

TBR Book Bingo Leituras ao Sol 2

Verão é uma época gloriosa, não só os dias são mais compridos, o sol irradia e anima-nos, gelados, saladas, e praia.E podemos andar com os livros para todo o lado que não existe o perigo de se estragarem com água. Sim, para mim é algo de facto preocupante no Inverno. Sofia desastrada tem que pensar no impensável, pois tenho dois livros que se estragaram com chuva dentro de uma mochila supostamente impermeável.

 

Focando no assunto deste post, a Isa do Jardim de Mil Histórias e a Tita de O prazer das coisas criaram outra edição do Book Bingo Leituras ao Sol 2. No ano passado não participei pois quando vi já era tarde, no entanto este ano vi a tempo e já tenho a lista feita! Sim, a Sofia que não gosta de fazer TBR, fez uma TBR direitinha e vou cumprir, mas só por uma pequena razão: poupar e ler o que tenho cá por casa. Estou contente porque nem sei como, mas assim à grande e à francesa vou tentar fazer o cartão todo e tenho livros em casa, para todas as categorias excepto a das iniciais do meu nome serem as mesma que do autor. Para o do ano, penso que tenho em casa ainda tenho de confirmar no entanto não era a minha primeira opcção mas para evitar comprar, e ler o que tenho cá por casa parado, vou acabar por o ler. 

 

O desafio consiste nas categorias mencionadas na imagem abaixo, e o prazo é o Verão, ou seja do 21 de Junho a 22 de Setembro. Podem ver as regras aqui que são básicas e uma delas é mesmo divertir-nos a fazer este desafio.

book bingo 2018.jpg

Das categorias, consegui facilmente encaixar os livros que tinha excepto em duas: a primeira e a quarta (na primeira fila, da esquerda para a direita). Para o livro do ano em que nasci, tenho ainda de confirmar, pois vi que saiu um livro de Calvin & Hobbes e eu tenho a coletânea toda cá por casa. Mas ainda não vi como está dividido pois a colectânea não é minha, e não sei se conseguirei facilmente ver quais são as tiras correspondentes a esse livro. Relativamente à questão de um autor que tenha as iniciais do meu nome, pior ainda porque primeiro, não tenho nada em casa e não encontrei à primeira vista autores que me despertassem o interesse. Contudo já me deram algumas sugestões e penso que no final do cartão vou pensar nesses livros. Para as restantes categorias, os nomeados são:

videotogif_2018.06.20_19.47.51.gif

 

* Livro cujo o título tenha as letras que componham a palavra MAR - "Ministério da Felicidade Suprema" de Arundhati Roy

* Autor português - "Os Mais" de Eça de Queirós

 *Livro escrito por uma mulher - " As brumas de Avalon - A Rainha suprema" de Marion Zimmer Bradley

* Livro "silly" - " The readers of Broken Wheel Recommend" de Katarina Bivald

* Livro com apenas uma palavra no título - "Kim" de Rudyard Kipling

* Livro que leste quando eras jovem e gostaste muito - "Artemis Fowl O ouro das fadas" de Eoin Colfer

* Livro que se passe no verão - "The suspicions of Mr Whicher" de Kate Summerscale

* Livro com um número no título - "Twenty Thousand Leagues Under the Sea" de Jules Verne

* Livro de não ficção - "5 Lições de Storytelling" de James McSill

* Livro que compraste pela capa - "Heir of Sevenwaters" de Juliet Marillier 

* Prémio literário estrangeiro - " Um estranho numa terra estranha" de Robert A Heinlein

* Livro escrito por uma celebridade - " A chave secreta para o Universo" de Lucy e Stephen Hawking

* Livro que tenha sido publicado há mais de 10 anos - " Expulsos da Terra" de Ursula Le Guin

* Prémio literário português - " Uma mentira mil vezes repetida" de Manuel Jorge Marmelo

 

Agora é só ler! Espero conseguir fazer um bingo de uma linha pela menos!

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

O que tenho lido #28 + Clube de leitura Companhia da Tinta

35686720_2213528088675605_605902134642212864_n.jpg

A leitura do clube de leitura Companhia da Tinta dos meses de Maio e Junho foi " À boleia pela Galáxia" de Douglas Adams. E que boa leitura!

 

Resumo:

Segundos antes de a Terra ser destruída para dar lugar a uma auto-estrada intergaláctica, o jovem Arthur Dent é salvo pelo seu amigo Ford Prefect, um alienígena disfarçado de actor desempregado e que se encontra a trabalhar numa nova edição do Guia Para Quem Anda à Boleia Pela Galáxia. Juntos, viajam pelo espaço na companhia do presidente da galáxia (ex-hippie, com duas cabeças e três braços), Marvin (robô paranóico com depressão aguda), e Veet Voojagig (antigo estudante obcecado com todas as canetas que comprou ao longo dos anos). Onde estão essas canetas? Porque nascemos? Porque morremos? Porque passamos tanto tempo entre as duas coisas a usar relógios digitais? 

Se quer obter estas respostas, estique o polegar e apanhe uma boleia pela galáxia. Adams satiriza capitalismo, governo, grandes corporações, religião organizada, militarismo… Simplesmente delicioso!

 

Como acaba o resumo, é delicioso.

 

O livro tem um narrador, mas não aquele narrador normal que relata a história na primeira ou terceira pessoa, sempre na linha da história. Aqui o narrador de vez enquanto interrompe, sim interrompe a história, para nos dar informaçoes que serão úteis para entender a história. Essas informação não são nada mais que partes do livro que Ford está a ajudar a atualizar, o Guia para quem anda à boleia pela Galáxia. E é extremamente hilariante porque tem coisas como explicar a biologia do peixe que eles colocam no ouvido e faz uma tradução universal de todas as linguas que existem para o cérebro de quem o ouve, explicando como ele consegue sempre traduzir seja qual for a língua nativa do seu hóspede, e tem coisas como qual foi o pior escritor de poesia no Universo antes dos Vogon, ou qual era  a espécie mais inteligente do planeta terra.

 

Nunca na vossa cabeça vão assumir quem é esse ser mais inteligente, porque passa o que passa na Terra e quem está por detrás da tramoia toda a que assistimos neste primeiro livro, que leva à destruição desnessária da Terra, minutos antes de um estudo de milénios terminar. 

 

É extremamente cómico este livro, e a leitura é tão fluida, e leve que torna este livro tão agradável, aconselhando a quem nunca leu ficção cientifica a ler este. Pode ser confuso no sentido que eles mencionam para lá coisas que nem eu percebo mas a ideia é mesmo essa é ser ridiculo e ao mesmo tempo mostrar que é tudo tão simples

 

Leiam mas, só quando o segundo livro estiver disponível para venda, porque terminar uma leitura destas rápidas e agradável, com história para continuar e não haver em lado algum à venda o segundo volume, é doentio.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis