Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

DIA A DIA // 10 coisas a fazer no Verão

O Verão devia estar aí. Pelo menos era suposto. Culpo o aquecimento global que não só está a alterar as estações como está a atrasa-las um mês. Que tempo é este em que em pleno Junho, tive noite que ainda fui buscar o roupão do quarto porque tinha frio? E ainda tenho as mantas polares espalhadas pela casa porque sabem bem, principalmente quando estou quieta a ler. Mas a culpa no fundo é toda nossa não é?  Por isso quem mais que nós deviamos estar a sofrer.

 

Mas o Verão vem aí, tarde ou mal, alguns dias quentes chegarão a este canto do mundo. E por isso devemos aproveitar ao máximo, para levarmos esse quente e cheiro do ar quente, para nos aquecer no Inverno e aguentarmos as geadas que virão. 

 

Para mim regra máxima do Verão é : render os fim de semanas. Bem, isto é impreterivelmente regra para o ano inteiro, mas no Verão não há falha. Tenho uma necessidade em aproveitar ao máximo o tempo bom, em que podemos andar na rua sem nos preocuparmos com o tempo, em que a luz solar nos visita até quase a nossa hora de dormir. Assim sendo, é preciso planear tudo o que queremos fazer. Nâo precisamos de ter um mapa, com dias e horas, e locais. Mas ter em mente o que queremos fazer, guia a nossa cabeça pelo bom caminho.

 

lease join us for a.png

Feiras Medievais: nesta época do ano não só são começam as festa populares como começam as feiras medievais que de um ano para o outro são mais que as próprias terras. Adoro, e quero ver se ainda é este ano que vou à feira medieval de Santa Maria da Feira. Em Viana vai um senhor espanhol que vende especiarias e chás tão bons, que é paragem obrigatório. Posso não ir comer a sandes de porco no espeto, e até consigo esquecer os frutos secos caramelizados (embora vá aguada), mas o chá de pakistini, o cardamomo e a pimenta da jamaica não falham.

 

Feiras do livro ao ar livre: Lisboa e a sua feira é o sinal de que abriram as festividades para as feiras preferidas dos comedores de histórias. Eu já me desgracei e estou a contar desgraçar me na de Viana e isto porque penso que não vou passar na feira de Braga. Aproveitem para visitarem estas feiras com a familia ou amigos. Encontram livros a bons preços, encontram outras pessoas no caminho, dá para comer uns churros, e passar um bom tempo a passear e a conhecer coisas novas.

 

Gelados artesanais, churrascos e saladas: saladas de qualquer tipo, legumes ou fruta, aproveitar que é a época deles que são frescas e boas. O excedente se tiverem , congelem para usarem quando no Inverno houver falta. Façam churrascos lá fora, aproveitem que os dias são maiores, têm mais luz, e comam um grelhado que faz tão bem. Convidem o vizinho ou o melhor amigo, e acabem com uma saida (quem sabe a uma feira do livro!)  a comer um gelado artesanal, pois agora não faltam negócios de gelados artesanais, com sabores diferentes e muitas vezes mais caseiros. Experimentem também novas receitas, mais saudáveis. É sempre mais fácil no Verão comer comidas mais leves.

 

Passear na praia e apanhar conchas: é verdade que para mim que vivo na costa é mais fácil dizer e fazer isto. Mas não sendo esse o caso, tentem num dia livre visitar a costa, tirar os sapatos, enfiar os dedos na areia e se for uma praia com conchas, apanhem. Não deixa de ser um bom exercicio para os gluteos (baixa, levanta, baixa, levanta), como encontra-se coisas engraçadas por vezes no meio das conchas.

 

Picnic à beira rio: bem já que não conseguimos fazer isso na primavera temos o Verão todo para conseguir fazer um picnic, com sumos e mantas, sandes e batatas fritas.

 

Dormitar no jardim: sem pensar se a relva está molhada, se vai chover entretanto ou arrefecer. Aproveitar que os cheiros do jardim estão no auge. Ter um momento nosso, de relaxe, aproveitar o sol quem sabe bronzear até um pouco. Descansar que faz tão bem.

 

Procurar constelações: claro que têm de ter o mapa de constelações do hemisfério norte, e têm de esperar por uma noite com o ceú limpo e se viverem num local com muita luz artificial, é uma desculpa para passarem um fim de semana numa serra por exemplo. Acampam que é outra boa experiência e procuram desenhos no céu.

 

Visitar lugares novos: com o bom tempo não há desculpa para pegar num comboio ou então no carro, e procurar novos lugares. Fazer caminhadas pelos trilhos que agora existem imensos, e conhecer melhor Portugal.

 

Actividades ao ar livre: não faltam activdades ao ar livre, geralmente iniciativas das câmaras, actividades fisicas ou outras como por exemplo limpeza das praias ou protecção dos ninhos dos borrelhos de coleira interrompida.

 

Festas de cocktails e batalhas de balão de água: basicamente uma forma de dizer festas temáticas. Verão é mesmo o tempo de aproveitar ao máximo e festeja-lo. E nos dias quentes nada como boas bebidas que não falta receitas com ou sem alcóol na internet e festas de balão de água(FYI, por experiência, apanhem tudo no dia senão vão passar meses a apanhar pedaços de balões no chão.

 

Espero que esta lista vos dê algumas ideias. 

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

METAS JUNHO

METAS FEVEREIRO.png

Junho devia prometer o renascer do bom tempo não era? Mas a verdade é que, eu não estou lá muito empolgada. Quero que venha o tempo dos gelados (mas eu este ano ando mais contida ok? Depois do que passei no Verão passado aprendi a não experimentar tudo o que vejo e acho bom), do chinelo de dedo, do chapéu, da areia em todo o lado. 

 

Espero neste mês re-organizar o meu tempo. E enveredar nalguns projetos. Meu problema é que eu gosto de tanta coisa e não posso fazer tudo ao mesmo tempo. Tenho que me confrontar com as coisas e ver a melhor opcção para mim agora (bordar, pintar, escrever,bijuteria?). Eu bem queria ser uma erudita e poder hoje pintar amanhã escrever, depois bordar, e pelo meio meditar.

 

Vem o tempo dos legumes e da fruta fresca (vem cá tenho sede, quero o teu amor de água fresca uoh uoh) e quero experimentar mais receitas, mais comida feita em casa, quero experimentar mais receitas vegetarianas. E para tal também tenho que arranjar o meu caderno de receitas. Tenho uma capa com folhas, mas algumas folhas estão soltas, e tenho outros apontamentos noutros locais, então nunca sei das coisas. E outro defeito é experimentar uma receita e não a guardar...

 

Mas vem aí a febre do Mundial e embora não seja adepta do jogo chamado futebol, faço questão de ver os jogos da selecção nacional e das outras equipas. 

 

Por isso para este mês, que espero que seja um mês exemplar de Verão quero:

  • Experimentar mais receitas vegetarianas
  • Escrever um rascunho da ideia de história que tenho na minha cabeça
  • Fazer uma lista dos projetos que quero fazer e organizar me
  • Melhorar o jardim
  • Caminhar 3 vezes por dia ao final do dia
  • Aproveitar o Verão e planear o quero fazer
  • Fazer um picnic (será que vai ser desta??)

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

Bitaite da Sexta #29

d09eea95b1a2a3b704d221ed52a0f39a.jpg

 Domingo fechamos mais um capítulo nas nossas vidas. Viramos a última página de 2017 e não há mais voltar atrás.

 

O que foi feito, está feito. O que ficou por fazer, em 2017 vai ficar sempre por fazer.

 

Mas 2018 são 365 páginas (e mais umas linhas da página número 366), prontas a serem escritas. É só pegar na vontade férrea da nossa caneta de escrita, e escrevinhar as nossas histórias.

 

Eu não sou grande fã da festa do ano novo, nunca fui desde que me conheço como gente. Não há cá grandes farras, só mesmo a antecipação de um novo ano, com novas oportunidades e este ano, este ano vou aproveita las. Ou pelo menos tentar.

 

E vocês, prontos para 365 novas páginas?

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

Este ano eu...

Foi dos anos, desde que tenho o blog nas várias plataformas que já saltitei, que provavelmente publiquei mais posts seguidos.

Capturar.PNG

Fiz uma tatuagem com uma das frases de uma das minhas obras favoritas, com a qual me identifico em todo o meu ser.

 

tatoo.PNG

 Criei o meu clube de leitura, que logo depois do primeiro mês teve uma re-estruturação mas nunca pior. 

Companhia da tinta.png

Vicie-me no Booktube (obrigada A mulher que ama livros, Holly ReaderA Outra Mafalda, Lucy the Reader) e voltei a ganhar o gosto à leitura. Das melhores coisas que me aconteceu este ano. Que fez com que eu criasse objetivos meus para o próximo ano.

365 dias com poirot e marple.png

Perdi o Nero algo que não falei por aqui porque me custou muito, mas por outro lado ganhei uma porquinho da India que já trazia outro presente com ela.

Capturar.PNG

 Entrei numa depressão nervosa, mas comecei a sair dela. 

wedding (1).png

 - Tenho uma casa minha e assinei um contrato sem termo. 

- Muitos que eu pensava serem amigos, desiludiram-me, fizera me sentir parva e usada de tantas formas, mas cheguei a ponto que: não quero saber. Tenho pena que tenha acabado, mas quem perdeu foram eles, e a minha vida é minha. Só me enganam uma vez. 

- Voltei a velhos hábitos, como bodar, arraiolos, ler como já referi, crochet, e pintar. Até histórias já voltei a criar como quando era pequena, agora só me falta entrar mais nesse mundo. Quem sabe para o ano consigo riscar uns dos grandes sonhos que sempre tive. 

- Enre outros pequenos episódios pelo qual passei em 2017, como as viagens que fiz, o bullet journal, etc.

 

No inicio do ano comecei assim 2017:

"Este ano não tenho cá redeas que metas guiadas, nem convenções a cumprir, nem sonhos a criar.

 Este ano sou eu, é meu e de mais ninguém. Não me vou obrigar a nada que não queira, e vou me libertar. 

 Não tenho lista do que quero fazer, nem tenho novas resoluções porque a resolução nova só há uma: EU e mais nenhuma.

 Vou voltar a ser eu, independentemente de quem gosta ou não. Vou voltar a viver independentemente do que perdi e possa vir a perder. 

 Estou farta de viver no medo de ter sonhos, porque os poucos que tive não se cumpriram.

 Estou farta das amarras invisiveis e dificeis de quebrar do " o que é suposto". O que é suposto é sermos felizes, e nós, no nosso profundo cerne.

Ando cansada sim, mas quero estar cansada de ter vivido ao extase nem que tenha sido uma noite de séries seguidas e tenha vivivo aquilo com toda a minha alma. Este ano é o ano da minha alma, do meu corpo e do meu SER. 

 Este ano quero viajar, quero caminhar, quero ver a natureza e descobrir novos cantos, quero ler( oh  como eu quero muito mais), quero sorrir ( e rir e rir e rir), quero cantar, quero correr e parar de repente, deitar me no chão e sonhar. Quero tudo e mais alguma coisa. Senão tiver, quero me a mim. Porque é isso que me chega a mim. 

Vou fazer aquilo que ando sempre a adiantar: vou me organizar, vou fazer ginásio, vou tratar das minhas plantas como deve ser, vou desenhar mesmo que os meus desenhos parecam aquele arranjo feito pela senhora espanhola, vou fazer arraiolos, vou caminhar e identificar espécies, vou ver todas aqueles séries que atrasei anos e anos, passar mais uma noitada com os amigos porque são eles que me aguentam pelo fio..Este ano até quero criar um clube de livros! Nem que seja eu só a falar para os meus sofás, e o Chewie e o Nero. Mas separados, que juntos não me ouvem"

Penso que fiz grande parte da lista :) 

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

Mais sobre mim

foto do autor


BLOG ON FACEBOOK
Clube Companhia da Tinta's currently-reading book montage
Clube Companhia da Tinta 25 members
As várias vidas que vivemos pelos livros que lemos, é o que nos leva a participar neste clube. Ler bem e bem ler. Blog: https://companhiadatinta.blogs.sapo.pt/ Grupo Facebook: https://www.facebook.com/groups/1183466295088711/?source=create_flow

Books we're currently reading

A Senhora da Magia A Senhora da Magia
by Marion Zimmer Bradley
Start date: March 1, 2018

1984 1984
by George Orwell
Start date: March 1, 2018



View this group on Goodreads »

Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis