Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Miacis

O cromo do ginásio

gym-guy-short-shorts.jpg

 

Há coisas que por muito que queiramos não conseguimos evitar. Não conseguimos evitar ficar mais 5 minutos para ler mais um pouco do livro, não conseguimos evitar que chova tanto, não conseguimos evitar as redes sociais, não conseguimos evitar preguiçar mais um pouco por casa, como não conseguimos evitar tirar mais uma batata frita ou um chocolate. E como tal, não consigo evitar, mesmo não sendo uma pessoa fit, falar dos cromos do ginásio. É que é aquela personagem mítica que vamos sempre encontrar nos ginásios. É como se fossem abelhas para o mel, borboletas noturnas para a luz, são atraídos, aparecem e chateiam de alguma forma. Já nem falo dos que vão para lá mostrar o músculo, e abencoa lo a cada peso que levantam, como os que tiram fotos e vídeos, nem dos que vão para lá para fazer cenas e quando começam a fazer exercicio fazem cenas mas a pensar que estão a fazer a coisa correta.

 

No ginásio onde estou agora, existe um, que tendo só descoberto a sua existência para aí há 3 semanas já conheço bem a sua maneira de ginasticar. Primeiro, vou contextualizar e não querendo ser prejudiciosa, porque preconceitos é de evitar mas quero vos fazer a figura completa e não há como evitar. O senhor é azeiteiro, ponto. Onde está, ouve se aquele riso alto, andar de pernas abertas, e falar de coisas inapropriadas em alto e bom som. E o cabelo brilhante cheio de gel.

 

Quando o vi a primeira vez estava eu na passadeira e ele também com outra senhora. Ele corria para aí a uma velocidade 10 e falava ao mesmo tempo. A única tirada que decorei foi a senhora a dizer que não acelarava mais porque já não fazia exercicio há muito tempo mas que, ai ai, ontem à noite é que tinha feito exercicio. E não, eu não estava na passadeira ao lado deles. Desde aí que sempre que vou treinar, ele entra à mesma hora que geralmente, só o vejo correr, sempre a velocidade alta e é impossível não dar por ele porque cada passo dele parece um cavalo, faz um eco gigante e os calções de licra vermelhos com as meias até às goelas não passam despercebidos.

 

Mas na semana passada a coisa mudou de paradigma. Mas não foi para um paradigma mais calmo, nem pensar. O senhor entra e vai para a máquina de remo. Pensava eu que fez muito bem e que eu devia fazer o mesmo, não estar sempre a fazer o mesmo exercicio. Meninos, não exagero quando vos digo que todo a malta daquela sala abrandou o que estava a fazer para ver o que se passava. Ele colocou aquilo no máximo de peso e puxava aquele remo sem fim, estava a ver que a corda ia pegar fogo e rebentar. Sabem o Obélix a remar? Era ele, a velocidade que ele tinha era essa. E o barulho que se espalhava pelo estudio!

 

Bem depois disto ele saiu para a musculação eu continuei, parei, tomei banho vesti me e sai . Na recepção estou eu a pegar num vale para o parque, e sai-me um "jesus!" porque ouviu se um estrondo como se na parte de cima estivessem em obras, e tivesse caido uma viga. Saiu entro no carro e olho para cima, quem é que estava na musculação em cima da recepção? A personagem.



É daquelas personagens que eu gostava de evitar no ginásio, porque eu gosto de estar sossegada e não em constante sobressalto com picos de adrenalina porque penso que caiu qualquer coisa, e a casa está a cair. Mas antes um cromo do ginásio que os que vão para o ginásio cabaneirar, a ocupar espaço e a não fazer nada.

 

Sinceramente,

20099812_ua1Qu.png

 

 

 

Body Combat

11786-Bodycombat-Junção-de-Aeróbica-e-Autodefes

Hoje venho falar de um dos meus desportos favoritos: body combat. Só entrei em contacto com este desporto quando entrei no Solinca,  e foi um pouco forçada. No inicio eu via aquilo e dizia, o que toda a gente que nunca fez "Vou andar ali a mandar socos para o ar, nem dança é, nem karaté.". Eu que já tinha andado no karaté metia-me um pouco de impressão, pensava que era uma, e desculpem a expressão, parolada. 

 

aula-de-body-combat-perder-peso.png

Mas ainda bem que fui de mente aberta, e agora não vejo a hora de puder ir a uma aula. Body Combat, é um treino que mistura cardio com musculação. É um desporto que mistura e inspira-se nas artes marciais como karaté, kung fu, boxe, tai chi, e capoeira, sem contacto físico, embora que já tive aulas que estava tão cheio que o esforço para conseguir não haver contacto fisico acidental foi bastante. A aula é toda com uma coreografia, cujos instrutores Les Mills, fazem questão de criar uma nova de 3 em 3 meses, em que juntamente com a música motivante, trabalha-se braços, peito, costas, barriga e cardio. Tudo ao mesmo tempo, aumentando a intensidade tentando cada aula trabalhar ainda mais, chegado ao topo. O desgaste, a intensidade e forma de descarregar stress permite criar uma boa disposição. É uma boa aula em que podem imaginar que vocês estão a esmurrar aquela pessoa que sempre quiseram. Mas só imaginar! 

 

Todo este trabalho cardio misturado com fitness, tem várias vantagens, diminui a pressão, melhora a condição pulmonar (no meu caso ajuda bastante), ajuda a diminuir o stress, aumenta a cordenação e ajuda obviamente a destruir calorias. E não precisam de ter sido desportistas, ter um passado em artes marciais. Toda a coreografia é feita a pensar nos vários niveis de preparação de cada um, e por isso cada pessoa utiliza a opcção que quer. Claro que a ideia é evoluir ao longo do tempo.

 

5656882653_8ce52fccae_b.jpg

Eu adoro bastante, e não me farto!

 

Sinceramente,

Assinatura.png

 

Os malditos 5!

295715_10151327286100420_923939612_n.jpg

 Desde há um ano que me tenho deparado com um problema: os malditos 5 quilos que não perco nem por nada deste mundo! Tem sido uma batalha gigantérrima, que me faz cada vez mais ver que estou a ficar velha. 

 

Há poucos anos bastava fazer um jantar só de sopa que em duas semanas perdia logo 2 quilos. Agora posso comer leve, posso cortar a açucar, faço mais exercicio ( e como deve ser!) e mesmo os míseros 5 quilos que estão a mais não saiem. Começo a criar a teoria que devem ser já 5 quilos entrelaçados com o resto do material celular do meu corpo e já não sem. Já estão encrustados!

 

Com a mudança para a dieta sem glútem pensei que ia perder pelo menos logo 2 quilos. Nada ainda... NADA! Tive uma gastro, mudança de dieta sem glúten e uma reacção alérgica na mesma semana, e nem assim abati!

 

Por isso vou levar a coisa mais a sério (ainda mais) pois este ano tenho 2 casamentos no mínimo e quero estar fabulous! Então tem duas coisas que vão começar a fazer:

- um diário de alimentação

- um menú para a semana.

 

E dizem vocês mas isso não é mudança na alimentação? Pois não, porque de momento eu não vejo o que raio possa estar a fazer mal. Eu já como poucos hidratos, e não abuso nas comida processadas. Corto nos açucares. Portanto das duas uma, ou como algo que me faz mal e não dou por ela, ou então não sei mesmo.  Eé isso que o diário me permite analisar. E o menú por sua vez permite me planear melhor as refeições. Ah e sim, vou começar a fazer yoga no minimo 3 vezes por semana. 

Quem se debate com os mesmo problemas que eu? È que eu já digo 5 para chegar a um peso aceitável para mim, mas tenho médicos, naturopatas e avaliadores do ginásio que dizem que ainda posso perder mais. Não sei como, se este 5 já são o que são, imagino os restantes....

 

Imagem : Pinterest 

Sinceramente,

Assinatura.png

 


BLOGGER
Sou a Sofia Gonçalves. 29 anos. Curiosa sem fim, exploradora de livros, advogada de boa comida, gestora de estados ansioliticos, caçadora de sonhos, escriba escrava da palavras da minha cabeça, pajem dos meus animais.

thedailymiacis@gmail.com

@thedailymiacis

Mais sobre mim

foto do autor


BLOG ON FACEBOOK

CLUBE LEITURA COMPANHIA DA TINTA


Some blog design Written by Joana

Copyright © The Daily Miacis